Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?

Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?
LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA KIT COLETA Todo cidadão/cidadã pode buscar voluntariamente as assinaturas para o projeto. Disponibilizamos abaixo um kit com o material necessário para o diálogo nas ruas.

Seguidores

#naovaitergolpe

#naovaitergolpe
Acesse Frente Brasil Popular

sexta-feira, 3 de julho de 2015

as veias abertas de uma câmara de dePutados imunda - REDUÇÃO NÃO É SOLUÇÃO

#ContraoGolpe #ReduçãoNãoÉSolução 
 ***DOSSIÊ CUNHA***: ver abaixo, entre outras matérias: 

Eduardo Cunha, o homem que a direita procurava  
 
**************************************

 

Leia também:

Para ministro do STF, manobra da Câmara fere Constituição Federal
Redução: Confira quem votou contra a juventude brasileiraApós manobra, Câmara aprova redução da maioridadeParlamentares denunciam manobra de Cunha para ganhar "no tapetão"
Cunha e os ditadores em miniatura: não é só a maioridade penal!
Cunha e os ditadores em miniatura: não é só a maioridade penal! 
 
      01 - jul  13 Danny Glover: Estado civilizado não deve processar 
Na TV CUTSOLUÇÃO INCORRETA
Caetano e Gil criticam, em vídeo postado no Facebook, a aprovação da redução 
da maioridade penal pela Câmara dos Deputados.
Assista!
Caetano Veloso e Gil ficaram chateados com a aprovação na Câmara da redução 
 
NÃO SABE PERDER
Pela segunda vez neste ano, a Câmara dos Deputados utiliza de manobra para 
votar textos que já haviam sido rejeitados no Plenário da Casa.
Mais uma vez, quem perde é a democracia e a sociedade brasileira.
...
Leia mais na Agência ‪#‎PT‬ de Notícias
Ver mais
Parlamentares contrários à proposta haviam pedido, anteriormente, adiamento 
da sessão. Texto foi aprovado em meio a questionamentos regimentais
 
 
















Por Renato Rabelo, em seu blog:


A instabilidade política em nosso país se agrava. A autoridade presidencial é 
questionada e vive-se uma descontrolada e selvagem situação institucional. 
Os partidos da oposição – tendo o PSDB à frente – são instrumentos da mídia 
hegemônica e de seus patrões na guerra aberta e camuflada para derrotar a
 esquerda, sendo o PT sua expressão principal, com o objetivo de desacreditar 
e derrubar a presidenta Dilma Rousseff e criminalizar o ex-presidente
 Luiz Inácio Lula da Silva.
Leia mais>>>
 
2 de julho de 2015 | 01:33 Autor: Fernando Brito
Embora ainda falte muito para que se consume a redução da maioridade penal
 (nova votação na Câmara, duas no Senado e o Supremo) já existe uma
 sentença definitiva sobre a Câmara dos Deputados, com o resultado da votação
 desta madrugada. Foi revogada, definitivamente, qualquer esperança de que
 haja ali qualquer resquício de retidão moral que ali se pudesse esperar.
 Não apenas por part...

TENDÊNCIA VIOLENTA
Depois de "linchar" menores na capa da revista Veja, a editora Abril deverá 
responder, na Justiça, por violação de direitos dos jovens.
A Defensoria Pública de SP quer que a editora faça uma retratação sobre a 
reportagem publicada, retire as fotos e iniciais de nomes e sobrenomes dos 
adolescentes expostos.
...
Além disso, a Abril poderá pagar indenização por dano moral coletivo.
Leia mais na Agência ‪#‎PT‬ de Notícias http://goo.gl/2t3AnP
Ver mais
 
Captura de Tela 2015-07-02 às 10.21.24
     
Denúncias

'Veja' acionada por capa contra jovens

Por Altamiro Borges
Em plena ofensiva reacionária da "bancada do BBB" - bala, boi e bispo - 
pela redução da maioridade penal, a "Veja" exibiu na semana passada uma
 capa sensacionalista com quatro menores e a manchete terrorista: 
"Eles estupraram, torturaram, desfiguraram e mataram. Vão ficar impunes". 
Nesta terça-feira (30), porém, a edição criminosa sofreu um baque. 
A Defensoria Pública de São Paulo moveu ação contra a Editora Abril por 
"violar os direitos dos adolescentes à inviolabilidade de imagem e à privacidade" 
e por "facilitar a identificação dos rapazes", estimulando represálias e linchamentos.
Leia mais>>>          
 
Por Altamiro Borges
A campanha de ódio difundida diariamente pelos programas policialescos
 de rádio e televisão não foi suficiente para garantir a redução da idade penal.
 Numa votação apertada e histórica, que varou a madrugada desta
 quarta-feira (1), a Câmara Federal rejeitou a proposta que reduziria 
a maioridade de 18 para 16 anos para os crimes graves. O placar final: 303
 deputados votaram a favor, 184 contra e 3 se abstiveram. Por se tratar de
 um projeto de emenda à Constituição, sua aprovação exigia no mínimo 308 
votos favoráveis. A "bancada do BBB" - bala, boi e bispo - foi a principal 
derrotada na votação. O presidente lobista Eduardo Cunha, que acelerou a
 tramitação do projeto, também sentiu o baque.
 
#‎TodosContraRedução
A grande vitória da juventude brasileira, conquistada sob grande mobilização 
ontem (30), ao impedir a redução da maioridade penal, corre o risco 
de ser revertida.
A proposta rejeitada será novamente votada pela Câmara, na noite de hoje 
(1º), em clara manobra da oposição e desrespeito ao regimento interno
 da Casa e à Constituição.
...
“Nós ganhamos ontem e não podemos permitir que através desse golpe a
 oposição, mais uma vez, violente a democracia e inverta a decisão 
soberana do plenário da Casa, alertou o deputado Paulo Pimenta (PT-RS).
Leia na Agência ‪#‎PT‬ de Notícias
Proposta que reduz a maioridade penal foi rejeitada, na terça-feira (30), 
em votação na Câmara dos Deputados. Oposição quer 
retomar votação nesta quarta

Os crápulas da política do ódio são “menores” e não podem ser punidos?

2 de julho de 2015 | 00:18 Autor: Fernando Brito
No momento em que se discute a redução da maioridade penal, 
para mandar para uma cadeia abjeta os menores de 16 anos – que 
já vão para a reclusão, e quem já viu uma reclusão de menores não 
gostaria de passar um dia ali – é contraditório e vergonhoso que se possa 
estar fazendo na mais completa impunidade, num vilipêndio à República e 
a todas as mulheres como estão fazendo... 
 
A FAVOR DA JUVENTUDE
O Partido dos Trabalhadores votou contra a proposta que reduz a
 maioridade
 penal de 18 para 16 anos.
Leia mais na Agência ‪#‎PT‬ de Notícias
Para ser aprovado, texto precisaria receber 308 votos favoráveis. 
Foram contabilizados 303 votos a favor e 184 contra.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário