Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?

Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?
LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA KIT COLETA Todo cidadão/cidadã pode buscar voluntariamente as assinaturas para o projeto. Disponibilizamos abaixo um kit com o material necessário para o diálogo nas ruas.

Seguidores

#naovaitergolpe

#naovaitergolpe
Acesse Frente Brasil Popular

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Terceirização: Muito além do PL 4330/04

Terceirização: Muito além do PL 4330/04

logo-pfp-asp-200








 A Pastoral Fé e Política da Arquidiocese de São Paulo
se posiciona contra a possibilidade de  terceirização de qualquer 
atividade conforme projeto aprovado pela Câmara Federal e 
convida a 
todas/os para participarem do
 ATO PÙBLICO CONTRA A TERCEIRIZAÇÃO: MUITO ALÉM DO PL 4330/04

 
São Paulo, 19 de abril de 2015
 
                          A RENAPEDTS (Rede Nacional de Pesquisas e Estudos em Direito do Trabalho e da Seguridade Social), que congrega grupos de pesquisas em Direito Social, instituídos em diversas Universidades do país (USP, UFRJ, UNB, UFPE, UFMG, UFPR, UniBrasil/PR, UVV, UFC e PUC-Minas), cujos coordenadores estão abaixo nominados, está organizando um ATO PÚBLICO CONTRA A TERCEIRIZAÇÃO: MUITO ALÉM DO PL 4.330/04, consistente na realização, na última semana de abril, de eventos (seminários, aulas públicas etc.) nas Universidades acima indicadas, quando também será divulgada, oficialmente, a criação da RENAPEDS, assim como realizado o lançamento do "Manifesto contra o PL 4.330/04", elaborado pela Rede.
 
                         O ato pretende contar com a participação de várias entidades, centrais sindicais, sindicatos, movimentos sociais, organizações e coletivos de estudantes, além de personalidades, para que se exponha uma firme contrariedade à aprovação do PL 4.330/04.
 
                          Em São Paulo, a atividade está sendo preparada   pelo Grupo de Pesquisa Trabalho e Capital e pelo grupo Direitos Humanos, Centralidade do Trabalho e Marxismo, coordenados, respectivamente, pelos professores Jorge Luiz Souto Maior e Marcus Orione Gonçalves Correia e será realizada no Salão Nobre da Faculdade de Direito da USP (Largo São Francisco, 95 - Centro, São Paulo - SP), no dia 29 de abril de 2015, às 19h00.
 
                          Vimos, por meio desta, formular-lhe um CONVITE para participação no evento, prevendo um pronunciamento em face do PL 4.330/2004 e da terceirização.
                          O tempo de fala, partilhado isonomicamente, será definido em conformidade com o número de entidades e personalidades que confirmarem participação.
                          Programou-se um evento com a participação das entidades e personalidades abaixo nominadas:
  • ANAMATRA
  • ANPT
  • ABRAT
  • ALAL
  • ALTJT
  • Fórum Nacional de Combate à Terceirização
  • SINAIT
  • OAB-Nacional
  • FEMARGS
  • Senador Romário
  • Deputado Federal Ivan Valente
  • Prof. Márcio Túlio Viana
  • Prof. Ruy Braga
  • Prof. Ricardo Antunes
  • Ministro do TST, Maurício Godinho Delgado
  • Desembargador do TRT2: David Furtado Meirelles
  • CSP-Conlutas
  • CUT
  • CTB
  • INTERSINDICAL
  • CONTRACS
  • MTST
  • MST
  • AJD
  • ADUSP
  • ADUNICAMP
  • APEOESP
  • SINTUSP
  • Sindicato dos Metroviários de São Paulo
  • Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
  • Sindicato dos Metalúrgicos de Campinas
  • Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos
  • Sindicato dos Bancários de São Paulo
  • Sintrajud
  • Sindicato dos Advogados de São Paulo
  • Fábrica Ocupada Flaskô
  • UNE
  • ANEL
  • DCE da USP
  • Centro Acadêmico XI de Agosto
  • Canto Geral
  • Pr’Além das Arcadas
  • Contraponto
  • Unidade Classista
  • MPL
  • Rua
  • Nossa Classe
  • MRT
  • Juntos
  • Nós da Sul
  • Luta Popular
  • Terra Livre
  • MNN
  • Consulta Popular
  • Coletivo Dandara
  • SAJU-USP
  • Marcha Mundial de Mulheres
  • Coletivo Feminista Ana Montenegro
  • Levante Popular da Juventude
  • União da Juventude Comunista
  • Esquerda Marxista
  • Fundacentro
  • Professor da Faculdade de Saúde Pública da USP
  • Professor da Faculdade de Psicologia da USP
 
Divulgação:
  • Repórter Brasil
  • VioMundo
  • Carta Maior
  • Conversa Afiada
  • Diário do Centro do Mundo
  • Brasil de Fato
  • Pastoral Fé e Política da Arquidiocese de São Paulo
 
                         Contamos com a presença de sua organização e de seus militantes!

Minha fé é política porque ela não suporta separação entre o corpo de Jesus e o corpo de um irmão. 
Minha fé é política porque crê que a economia pode mudar um dia e ser toda solidária.
Minha fé é política porque acredita na juventude, na sua força e inquietude, no seu poder de diferença
e na força da velhice que com sua sabedoria e experiencia ainda tem muito a colaborar, para um país justo,  igualitário sem tantas injustiças sociais. 
Pastoral Fé e Política
Arquidiocese de São Paulo 
A partir de Jesus Cristo em busca do bem comum 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário