Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?

Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?
LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA KIT COLETA Todo cidadão/cidadã pode buscar voluntariamente as assinaturas para o projeto. Disponibilizamos abaixo um kit com o material necessário para o diálogo nas ruas.

Seguidores

#naovaitergolpe

#naovaitergolpe
Acesse Frente Brasil Popular

terça-feira, 14 de abril de 2015

GREVE GERAL: convocatória ADUFES

Paralisação (amanhã): 

sindicatos e movimentos sociais

 vão às ruas por direitos trabalhistas

     





Paralisação (amanhã): sindicatos e movimentos sociais vão às ruas por direitos trabalhistas
A Adufes chama os/as docentes (leia nota de convocação abaixo) a interromperem as atividades e participar Dia de Paralisação Nacional, chamado pela CSP-Conlutas, CUT, CTB, NCST, Intersindical, MTST, MST e diversos outros movimentos sociais.
Amanhã, quarta-feira (15), será de muitas mobilizações na Grande Vitória. A partir das 4 horas, trabalhadores/as, estudantes e representantes de diversos movimentos sociais prometem começar o dia com panfletagens em vários pontos da cidade. Haverá concentrações nas proximidades da Vila Rubim, Aeroporto de Vitória, Centro de Vitória e Terceira Ponte.
A mobilização, convocada como Greve Geral contra o PL 4330, é nacional e uma resposta da classe trabalhadora ao projeto de lei das terceirizações (PL 4.330), à redução da maioridade penal e em defesa da reforma política, do fim do financiamento privado de campanhas e pela taxação de grandes fortunas.

Dia 15 é dia de Luta!
Chamamos todos os/as docentes da Ufes a interromperem suas atividades normais e se somarem às manifestações do dia 15/04, Dia de Paralisação Nacional, chamado pela CSP-Conlutas, CUT, CTB, NCST, Intersindical, MTST, MST e diversos outros movimentos sociais.
Este é um dia de luta convocado contra a aprovação do PL 4330, que aprova a terceirização indiscriminada, e também contra as MPs 664 e 665, que retiram uma série de direitos dos trabalhadores, em especial os mais carentes e precários. É um dia de luta contra o ajuste fiscal imposto pelo governo federal, que cortou 7 bilhões da Educação, contra a contratação de professores via Organizações Sociais (como proposto pelo presidente da Capes) contra o produtivismo e a precarização do trabalho docente.
A política de ajuste fiscal do governo Dilma para resolver a crise econômica através de um enorme arrocho nas costas dos/as trabalhadores/as só poderá ser derrotada com  muita luta. O dia 15 é uma etapa na preparação de uma grande Greve Geral para derrotar este projeto.
Dia 15 a aula vai ser na rua, na ponte, na praça, nas BRs!
Fonte: Adufes

Nenhum comentário:

Postar um comentário