Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?

Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?
LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA KIT COLETA Todo cidadão/cidadã pode buscar voluntariamente as assinaturas para o projeto. Disponibilizamos abaixo um kit com o material necessário para o diálogo nas ruas.

Seguidores

#naovaitergolpe

#naovaitergolpe
Acesse Frente Brasil Popular

sábado, 20 de setembro de 2014

Incitação e ódio assassinam a militante do PT


by Eduardo Alves da Costa
“Na primeira noite eles se aproximam e roubam uma flor do nosso jardim.
E não dizemos nada.
Na segunda noite, já não se escondem: pisam as flores, matam nosso cão,
e não dizemos nada.
Até que um dia, o mais frágil deles entra sozinho em nossa casa,
rouba-nos a luz, e, conhecendo nosso medo, arranca-nos a voz da garganta.
E já não podemos dizer nada.”.
Não nos calarão. Pela Democratização da mídia, lutemos
O discurso do ódio ao Partido dos Trabalhadores, e contra a política, da oposição, da velha mídia e dos setores mais atrasados da sociedade fez uma vítima fatal...
BLOGDOTARSO.COM

Marina agrada a ruralistas ao propor mudanças nas regras de trabalho escravo

eu achei que tinha esgotado todas as feitiçarias . mas eis que ela se supera:

TEM CONDIÇÕES isso TRABALHADOR?

'Como beber dessa bebida amarga
Tragar a dor, engolir a labuta
Mesmo calada a boca, resta o peito
Silêncio na cidade não se escuta
De que me vale ser filho da santa
Melhor seria ser filho da outra
Outra realidade menos morta
Tanta mentira, tanta força bruta...'


“Propor nova redação para o Artigo 149 do Código Penal, de modo a tipificar de forma mais precisa o crime de submeter alguém à condição análoga à de escravo” - diz o programa de governo de Marina Silva.
Os ruralistas entendem que com isso poderão ter chance de retirar expressões como “jornada exaustiva” e “condições degradantes”, ou seja voltar a contratar trabalho análogo a escravidão, sem risco de serem considerados criminosos.
O texto não é claro quanto a isso, mas também não explica o que seria feito. Esse não é o único ponto do programa de governo da candidata do PSB que não deixa clara qual é realmente a proposta, ou se existe realmente alguma proposta.
No meu tempo de escola isso se chamava "encheção de linguiça", talvez por isso um plano de governo de mais de 200 páginas...
Candidata do PSB propõe nova redação de artigo do Código Penal; ruralistas enxergam chance de retirar...
ULTIMOSEGUNDO.IG.COM.BR

Discurso de ódio contra o PT faz vítima fatal

by  Eduardo Alves da Costa

“Na primeira noite eles se aproximam e roubam uma flor do nosso jardim.
E não dizemos nada.
Na segunda noite, já não se escondem: pisam as flores, matam nosso cão,
e não dizemos nada.
Até que um dia, o mais frágil deles entra sozinho em nossa casa,
rouba-nos a luz, e, conhecendo nosso medo, arranca-nos a voz da garganta.
E já não podemos dizer nada.”.

Não nos calarão.  Pela Democratização da mídia, lutemos

via Eros Lang
5 h · 
Eros Lang via Tarso Cabral Violin
8 min · Editado ·
Militante do PT de 21 anos é assassinado em Curitiba!
"Parabéns" aos que apoiam o discurso de ódio contra o PT! Vocês conseguiram!

'viva' a Mídia bestial. Quem vai pagar por isso?
O discurso do ódio ao Partido dos Trabalhadores, e contra a política, da oposição, da velha mídia e dos setores mais atrasados da sociedade fez uma vítima fatal...
BLOGDOTARSO.COM

Qual o verdadeiro problema do Brasil?



O assunto dívida pública é censurado pela mídia mercantilista porque esta se alimenta do abjeto poder financeiro, constituído por abutres insaciáveis que devoram impiedosamente massas humanas em todo o mundo, gerando desemprego, fome e miséria. A abordagem desse assunto pelos órgãos de comunicação é parcial, distorcida e enganosa. 


A Comunicação, sem qualquer escrúpulo com o seu fundamental papel para capacitar a população na tomada de decisões em benefício de todos, denomina a auditoria como calote, aceita e reforça o conceito de dívida líquida, subtraindo do valor real, bruto da nossa dívida, as reservas internacionais, que são aplicações do Brasil no exterior, a juros perto de zero.


Enquanto isso, pagamos juros acima da taxa SELIC, os maiores do mundo. É como subtrair de uma dívida com juros altíssimos o dinheiro parado dentro de um colchão.


A dívida total brasileira no ano de 2013 chegou ao valor aproximado de R$ 4 trilhões; o pagamento de juros e amortizações alcançou R$ 718 bilhões, o que corresponde a aproximadamente R$ 2 bilhões por dia; esse desembolso anual representa 40% do orçamento da nação.


Este filme contribuirá muito para ajudar na conscientização do povo brasileiro, única forma de libertar o nosso país dessa submissão ilegal, injusta e odiosa.


Direção, roteiro, câmera e entrevistas: Carlos Pronzato

Direção de Produção: Cristiane Paolinelli

Edição: Henrique Marques

Assistência de Direção/Pesquisa de imagens: Luiza Diniz
Ideia e argumento: Gisele Rodrigues

Assistência de produção/RJ: José Bernardes e Helena Reis

Assistência de produção/DF: Rodrigo Ávila

Assessoria de comunicação: Richardson Pontone

Produção: Instituto Rede Democrática/RJ, Núcleo RJ da Auditoria Cidadã da Dívida Publica e Sindipetro/RJ


Realização: La Mestiza Audiovisual - www.lamestizaaudiovisual.blogspot.com


Vigilia em Prol da Segurança de TODOS : 23 de setembro a partir das 20 h.


Engana-se quem acha que a Tortura em presídios
afeta a 'bandidos'. Não , a tortura produz reprodutores de torturas e coloca vulneráveis a todos da sociedade. Esse é um problema de efeitos para todos.

Precisamos olhar com olhos de POVO e perceber que estamos todos vulneráveis ao estado violador. Crimes de Tortura vem se repetindo e o modus operandi na Ditadura, reproduzidos em diligencias em comunidades mais humildes ou em presídios, afetam e fazem vitimados a todos nós. Vide: a maneira em que Sonia Stuart Angel foi torturada e assassinada na ditadura, foi fielmente reproduzida em vitima de violência civil . A Pericia foi feita e os dados são absurdamente iguais. Quantos outros exemplos existem, que trazidos a luz dos fatos servirão para mostrar que somos diariamente usados para reproduzir torturas?
AGENTES PENITENCIÁRIOS, tb. estão vulneráveis . A eles é negado inclusive o direito a Saúde Mental, visto que estão expostos as mazelas sociais e não tem sequer acompanhamento psicológico pelo estado.
Enquanto isso, a sociedade é conduzida a achar que ' bandido bom é bandido morto', não sabendo que a alimentação servida a detentos está superfaturada e denunciada em relatorios de conselhos e de Juizes. Inclusive, recentemente exposta em jornal virtual Seculo Diario.
POVO OLHAI POR TODOS
Todo apoio a Vigilia abaixo. TORTURA NUNCA MAIS

Carla Pedreira publicou um link na sua linha do tempo.
8 h · 
Mães de detentos fazem vigília em protesto contra sistema prisional capixaba - ESHOJE
ESHOJE.JOR.BR
17 de Setembro de 2014 às 17:30 por Leone Oliveira (leone@eshoje.com.br)
Mães e familiares de detentos marcaram uma vigília para o próximo dia 25 de setembro, em frente ao Palácio Anchieta, em Vitória, para protestar contra problemas do sistema prisional capixaba. A manifestação tem início às 20 horas e os familiares desejam ser recebidos pelo governador ou algum membro do Poder Executivo. 

Entre os problemas apontados pelas mães e familiares de presos estão a superlotação no presídio semi-aberto de Xuri, localizado em Vila Velha; a escassez de agentes penitenciários; questões referentes à alimentação e saúde, além de maus tratos nos presídios.
“Foi a melhor forma que encontramos para expor nossos sentimentos”, afirma a presidente da Associação de Mães de Detentos do Espírito Santo, Margareth do Nascimento. Ela explica que os familiares dos presos vão realizar a vigília com o objetivo de serem atendidos pelo governador ou por algum representante do Governo.

De acordo com ela, as mães dos detentos vinham mantendo um trabalho de parceira com a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), mas a relação não se tornou mais recíproca. A gota d’agua foi a situação da Máxima I, no Complexo de Viana. 

Margareth conta que, no início deste mês, alguns presos foram trocados de galeria dentro do próprio presídio. “Houve uma certa resistência de alguns presos”, relata ela. Por conta disso, foi chamado reforço de agentes de outras unidades do complexo. 

Depois do tumulto, os familiares receberam informações de que alguns presos estavam feridos e não tiveram direito a visita. “Quando o preso apanha, ele tem a visita cortada. Ele recebe a sanção disciplinar e a visita é suspensa”, explica a presidente da associação.

As agressões, segundo ela, foram negadas pelo diretor do presídio. Ela ainda conta que foi autorizada a entrar na unidade após os acontecimentos, mas que não pode ter acesso aos presos. A presidente da associação foi informada pela Sejus que a troca de galeria é um procedimento normal nas unidades prisionais.

Outro fato alegado por familiares de detentos que estão na Máxima I, em Viana, é a entrada de agentes penitenciários de outras unidades do complexo no local para fazer terror psicológico e privar os presos do sono. “Eu falei que de madrugada é hora do preso estar dormindo, mas ele disse ‘a cadeia não dorme. Se tiver que fazer intervenção, ela será feita a qualquer momento’”, revelou Margareth sobre o diálogo que teve com o diretor da unidade.

Situação se repete no Xuri
Tortura psicológica e agressões físicas também acontecem no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Xuri, em Vila Velha, é o que revela a advogada e presidente do Conselho da Comunidade na Execução Penal do município, Carla Pedreira

A advogada relata que esteve no CDP por dois finais de semana, mas o diretor do presídio não permitiu que ela falasse separada com os detentos, apenas na presença dele. Carla explica que obteve as informações conversando com familiares e com pessoas que estiveram presas no complexo. 

Ela diz que está preparando um relatório para encaminhar a Coordenadoria de Execução Penal. Além dessa privação de diálogo particular com os presos, ela aponta mais denúncias como a falta de contato dos detentos com os familiares.

“As visitas são de 15 minutos e por interfone”, afirma ela. Além disso, um vidro separa os presos de suas famílias, sendo que ali estão presos provisórios. “O provisório perante a lei ainda é inocente, porque ele pode ser absolvido no processo”, explica.

A Secretaria Estadual de Justiça (Sejus), por nota, informou que os fatos serão a apurados. Ainda de acordo com a nota, a Sejus disse que reclamações de maus tratos devem ser formalmente registradas na Corregedoria do órgão

UMA NO CRAVO, OUTRA NA FERRADURA.

OS MILITARES FINALMENTE ADMITEM AS ATROCIDADES DOS ANOS DE CHUMBO

A notícia é de Eliane Cantanhêde e está na edição deste sábado, 20, da Folha de S. Paulo (a íntegra pode ser acessada aqui):

"O ministro da Defesa, Celso Amorim, encaminhou nesta sexta-feira (19) à Comissão Nacional da Verdade (CNV) ofícios das três Forças Armadas admitindo, pela primeira vez, que não têm condições de negar a ocorrência de graves violações aos direitos humanos em instalações militares durante a ditadura.

Conforme a Folha apurou, o Comando da Aeronáutica afirma não ter elementos para contestar que houve graves violações nem o reconhecimento da responsabilidade do Estado, e o da Marinha alega que não tem provas para negar nem confirmar as violações apontadas pela CNV.

O ofício do Comando do Exército não contradiz os dados de violações fornecidos pela comissão, alegando que não seria pertinente contestar decisões já tomadas pelo Estado brasileiro (que já reconheceu a existência de torturas e mortes no período) nem as circunstâncias configuradas em lei neste sentido.

Foi uma referência à lei que concedeu indenização às vítimas e às famílias de mortos e desaparecidos e à que criou a Comissão da Anistia.

Na avaliação da Defesa, é um passo importante a mais no processo de reconhecimento público, pelas três Forças, de que houve torturas e mortes durante aquele regime e que o Estado brasileiro tem responsabilidade pelo ocorrido. A área civil dos sucessivos governos já reconhece essa realidade há anos.

...Em documento a subordinados em fevereiro, o general Enzo Peri, comandante do Exército, proibira que unidades militares dessem informações sobre crimes ou violências em suas dependências. No texto, Peri ordenou que qualquer informação referente ao tema só deveria ser respondida pelo gabinete".

RESUMO DA OPERETA

Antes tarde do que nunca e apesar das reticências que utilizaram para não darem o braço totalmente a torcer ("não seria pertinente contestar", etc.), os comandantes militares insubmissos foram colocados no seu devido lugar.  Sob vara, tiveram de atualizar seus calendários, reconhecendo que estamos em pleno século 21 e não na tenebrosa década de 1970. Alvíssaras!

Mas, não nos empolguemos em demasia. É bom lembrarmos que a resposta ultrajante dos fardados à Comissão Nacional da Verdade, negando os assassinatos e torturas dos anos de chumbo, data de 17 de junho; e que o ofício de 25/02/2014 do comandante do Exército, general Enzo Peri, proibindo os oficiais de colaborarem com as investigações da Comissão da Verdade e orientando-os a repassarem os pedidos e questionários para seu gabinete,  só se tornou conhecido quando O Globo noticiou, em 22 de agosto, caso contrário o estaríamos ignorando até hoje.

Nos dois casos, impunha-se uma resposta imediata, que restabelecesse o respeito à hierarquia. Afinal, como  o próprio Comando do Exército agora reconhece, o Estado brasileiro já dera seu posicionamento definitivo sobre tais crimes. Fico me indagando se não foi o fato de estarmos num ano eleitoral que evitou os habituais panos quentes...

Quem ousou cutucar tal ferida, como o Luiz Cláudio Cunha e eu, deveria agora ter sua coerência reconhecida: não é calando para evitar constrangimentos ao governo, mas sim botando a boca no trombone, que se consegue direcionar os acontecimentos no sentido correto.

Em tempo: desde a primeira insubordinação dos comandantes militares, em agosto de 2007 (vide aqui), tenho me posicionado contra a contemporização e várias vezes afirmei que os altos oficiais blefavam, pois atualmente não conseguiriam arrastar as tropas para aventuras golpistas. Agora ficou provado que eu estive certo durante todo esse tempo.


********************************************

DILMA IGNORA QUE A FUNÇÃO DA IMPRENSA É, SIM, FAZER INVESTIGAÇÃO!


"Não reconheço na revista veja, nem em nenhum outro órgão de imprensa o status que tem a Polícia Federal, o Ministério Público e o Supremo. Não é função da imprensa fazer investigação."

O disparate acima pegaria mal até na boca de um subcarimbador interino. Quando provém de uma presidenta da República, é simplesmente estarrecedor.

Jamais aplaudirei as armações ilimitadas da imprensa golpista para manipular eleições, estimular prisões, assassinar reputações, etc. O vazamento de supostas acusações feitas por Paulo Roberto Costa em seu depoimento de delator premiado à Polícia Federal foi altamente negativo, sob todos os aspectos. 

Ainda mais por não termos como aquilatar se pecadilhos estão sendo colocados no mesmo plano de pecados mortais, se quem está sendo denunciado é o que teria cometido delitos mais graves, se quem está sendo poupado não os cometeu também, etc. As possibilidades de manipulação são infinitas.

Bernstein e Woodward erraram ao "fazer investigação"?
Mas, enquanto governos mentirem desbragada e desavergonhadamente como fazem na atualidade, a imprensa tem, sim, a função de fazer investigação, tentando obter informações que deveriam estar disponíveis para o cidadão comum, mas não estão.

Será que a presidenta apagou da memória a enorme contribuição dada pela imprensa na investigação dos crimes da ditadura militar? Ousaria a Dilma afirmar que, nesses episódios, a imprensa estava errada em tentar averiguar o que realmente ocorrera e a Polícia Federal, o Ministério Público e o STF não conseguiam ou não queriam esclarecer? 

E o Caso Watergate? E o esquema de espionagem exposto pelo Wikileaks, atingindo até a própria presidenta, não deveria ter sido investigado por quem não estava oficialmente autorizado a o fazer?

Não, Dilma, a luta pela transparência continuará sendo vital enquanto não extirparmos os abusos de poder por parte das autoridades de todos os escalões. E nada indica que estejamos próximos deste objetivo.

Até lá, mais vale que cada um procure cumprir o melhor que puder seu papel: 
  • a imprensa, tentando descobrir o que os governos preferem manter em segredo; e
  • os governos, tentando evitar que seus segredos vazem. 
Quando a imprensa agir de forma irresponsável, prejudicando inquéritos, injustiçando personagens, fabricando booms, derrubando cotações com base em falsidades, etc., há caminhos legais para que os culpados sejam punidos. O que não se pode é pretender controlar a imprensa como um todo, não reconhecendo à veja e a "nenhum outro órgão de imprensa" o direito de investigar, por conta própria e com as ferramentas do jornalismo, o que estiver sendo investigado noutra ótica pela PF, os promotores e o STF. 

Uma das facetas mais assustadoras de Dilma é sua incapacidade de refletir sobre tais questões com uma visão abrangente. Como os mais tacanhos torcedores de futebol, ela só leva em conta se o seu time foi prejudicado ou beneficiado. Deveria ter aprendido há muito que precisamos sempre buscar o equilíbrio, criando e aplicando regras satisfatórias em todos os (ou, pelo menos, na maioria dos) casos, não as que melhor convenham a nossos interesses específicos num determinado caso. 

Muitos companheiros poderiam ter sido salvos da morte e de suplícios dantescos caso a imprensa não estivesse sendo censurada e intimidada pela ditadura militar. E, mesmo sob o pior terrorismo de estado que o Brasil já conheceu, houve bravos jornalistas que correram o risco de investigar o que aqueles governos queriam manter sob sigilo extremo e eterno. 

Por mais que deploremos as práticas jornalísticas da veja, nós, os veteranos da resistência à ditadura, somos os últimos de quem se possam aceitar declarações autoritárias como a que Dilma deu. Terá esquecido tão completamente tudo que viveu e sofreu? 

'Tamo Junto' - Papiloscopistas com DILMA


Peritos Papiloscópicos Appes com Dilma
E eu com eles.
Boaaaaaaaaaaaaaaaaa

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Ex Presidente de Colombia Álvaro Uribe interrogado por vínculos con paramilitares

http://www.democracynow.org/es/2014/9/18/titulares#9188

Ex Presidente de Colombia Álvaro Uribe interrogado por vínculos con paramilitares

En Colombia, el senador y ex Presidente Álvaro Uribe fue interrogado por legisladores por sus vínculos con paramilitares de derecha. Uribe fue Presidente de 2002 a 2010 y fue considerado uno de los mayores aliados de Estados Unidos en América Latina. En un momento durante el debate del miércoles, Uribe salió de la sala, pero regresó más tarde. El Senador Iván Cepeda señaló de qué se lo acusa.
El senador Cepeda declaró: “Álvaro Uribe ha tomado toda clase de decisiones que han favorecido de una manera u otra a personas vinculadas al paramilitarismo y al narcotráfico. Ha entregado, como vimos, licencias de hangares, de aviones y de pistas a personas vinculadas al narcotráfico. Ha legalizado empresas de seguridad integradas o dirigidas por paramilitares. Ha abogado por un referendo que buscaba eliminar la extradición en el momento en el cual el Cartel de Medellín y las organizaciones del narcotráfico presionaban para que, precisamente, se eliminara y se aboliera la extradición”.

Sagaz em Carta aberta em defesa do HIP HOP

(Produtor Cultural - Nação HIP HOP, militante de Movimentos sociais, Dirigente da CALLES - Casa América Latina Liberdade e Solidariedade)
Lamentávelmente fomos usados novamente de forma leviana, e ainda mais ridícularizados, primeiramente porque somos um movimento que sempre lutou contra esse tipo de comportamento...a própria entrevistada sabe disso e não identificamos e nunca vimos esse figura do qual fez esse crime como parte deste movimento ou de nossa cultura que desde a sua base vem lutando contra isso... disseram que nos procuraram e na verdade ninguém nos ligou quem foi esse alguém de qual movimento ele faz parte que eles tão dizendo... Quem e esse jornalista que ja da cabeça dele tiro um representante do movimento hip hop... to ate agora tentando entender... Porque repito novamente a pessoa que foi entrevistada sabe que o próprio movimento foi e sempre e usado como ferramenta de combate ao machismo, homofobia e racismo... Fizemos intervenções nos terminais no qual ela mesma estava coordenando parte destas ações... ainda esperamos resposta da midia isso cabe retratação em publico...


Bem vindos a escadaria do hip hop no centro de vitõria...
Evento realizado no dia 13 de Setembro na Escadaria do Rosário, em frente a loja Espaço Hip Hop, atualmente um dos principais pontos de movimentação cultural...
YOUTUBE.COM

Cidade Alerta - 17/09/2014
YOUTUBE.COM

redecastorphoto: Na Grã-Bretanha, a História talvez ria por último


Registre seus comentários com seu nome ou apelido. Não utilize o anonimato. Não serão permitidos comentários com "links" ou que contenham o símbolo @.
REDECASTORPHOTO.BLOGSPOT.COM

Protógenes quer provar que morte de Campos não foi acidente

vamos ajudar ao Protógenes?
Deputado federal pelo PC doB e candidato à reeleição foi ao local da queda do avião no dia do acidente e começou a reunir provas do que ele ele diz ser um...
NOTICIAS.TERRA.COM.BR

Desenvolvimento ES via Programas e Recursos Federais

No ES , o governo estadual e a maioria dos municipais recebem verbas federais ( LULA/DILMA) e se apropriam , renegando a fonte do recurso.(vide:http://seculodiario.com.br/18837/8/lacerda-pede-clareza-as-liderancas-do-pt-sobre-eleicao-no-estado-1)
Quando um prefeito tem carater... olhaí um deles aí: Verba Federal direto para município.
Neto Barros, adelante ,Camarada comandante!
...Ver mais
Neto Barros adicionou 3 novas fotos.
A Prefeitura adquiriu dois tratores e uma camionete para a secretaria municipal de desenvolvimento rural.
Parceria Dilma/Neto Barros que dá certo!
‪#‎AgriculturaFamiliarAgradece‬