Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?

Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?
LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA KIT COLETA Todo cidadão/cidadã pode buscar voluntariamente as assinaturas para o projeto. Disponibilizamos abaixo um kit com o material necessário para o diálogo nas ruas.

Seguidores

#naovaitergolpe

#naovaitergolpe
Acesse Frente Brasil Popular

sexta-feira, 2 de maio de 2014

SALUDO DE LS FARC-EP AL PUEBLO CUBANO EN EL DÍA INTERNACIONAL DEL PROLETARIADO.

50 años de
                                                  Resistencia de un
                                                  Pueblo FARC-EP

La Habana, mayo 1 de 2014

SALUDO DE LS FARC-EP AL PUEBLO CUBANO
 EN EL DÍA INTERNACIONAL DEL PROLETARIADO.

Con profundo sentimiento revolucionario, la Delegación de Paz de las FARC, 
Ejército del Pueblo, saluda al proletariado cubano que hoy primero de mayo, 
día internacional de la clase trabajadora, ha tomado las calles y plazas
 de la patria para lanzar al mundo el más contundente mensaje 
de la unidad de su pueblo y de su determinación de libertad.

Para la gente de Cuba, valerosa y solidaria, va nuestro saludo, 
y además nuestra gratitud por la forma y el inmenso espíritu 
de hermandad con que nos han acogido, soñando a nuestro l
ado la paz para Colombia. Gracias comandantes Fidel y Raúl, gracias 
compañeros obreros, trabajadores, intelectuales, jóvenes, 
estudiantes, hombres y mujeres que con su ejemplo de decoro, 
nos respaldan en el propósito de buscar la reconciliación y la justicia social.

Saludos, gratitud y felicitaciones también Cuba, por tu marcha de pueblo, 
por tu río de banderas, por ese caudal de colores; felicitaciones 
Cuba por tu mayo colosal, por tu mayo glorioso 
de trabajadores y trabajadoras, por tu mayo de  pancartas, 
consigas y canciones, himnos y pasiones, que vibran en los
 corazones de las Marianas y mambises, de este paraíso antillano, 
de este altar  martiano, abrazado por el mar de olas albo-azules
 sobre las que fulgen el rubí y la estrella de la dignidad.

Hoy hemos visto fluir en La Habana, y como en ella en muchos
 lugares más, verdaderas riadasde conciencia yde valor, torrentes 
de abnegación a toda prueba en los que borbota el amor. 
La Plaza de la Revolución se agigantó con el espíritu de Maceo:¡
la libertad no se mendiga, se conquista con el filo del machete!, y machete es la idea y el verbo de la gran multitud congregada; machete con filo es la determinación de libertad de un pueblo culto, de raza multicolor, que se ha vuelto el crisol del propósito emancipador de Nuestra América.

Son la plaza y su potencia, sindicatos, cederistas, escritores, artistas, cantores, y Fidel: su espíritu mismo en cada consigna en pro del socialismo. Los jóvenes y estudiantes por millares, son la plaza y el desfile, y la expresión de una generación alegre y creadora que da garantíaa la revolución.

En banderas incontables,solitarias estrellas por miles hicieron la constelación más fulgurante para iluminar al verde caimán que es vitalidad de la memoria, es orgullo por su historia, la presencia de la gloria en cada viva para el Comandante, en cada viva para Raúl,  en cada estandarte rojo-negro del 26 de julio; todo ello ha sido la isla y la Plaza durante el primero de mayo, con más y más banderas ycogollos de caña que también se agitan en las manos de los hombres de la zafra, mientras suenan los tambores que solo se silencian para que irrumpa la canción de la comunión que abre los caminos para hacer la historia del futuro:“arriba los pobres del mundo, en pie los esclavos sin pan, alcémonos todos al grito ¡viva la internacional!…

Felicitaciones Cuba, por tu fiesta multicolor, y por tus dirigentes 
y gente sencilla, que ahora emprende nuevas acciones
 transformadoras y de perfeccionamiento en aras de 
un mayor desarrollo económico y bienestar social en 
socialismo, diciéndole al mundo que ahora "son más 
que suficientes las razones y argumentos que les asisten para 
desfilar en bloques de manera combativa, representando 
sus sindicatos para celebrar con júbilo, compromiso y 
entusiasmo revolucionarios el día del proletariado mundial", 
con el recuerdo del Capitán  de la clase obrera cubana Lázaro 
Peña, y del eterno Hugo Chávez; con los ecos vibrantes de la 
reciente realización del XX Congreso de la Central de Trabajadores
 de Cuba, con su determinación de emprender las tareas 
económicas y sociales desatando y acrecentando  la reserva de eficiencia,
 de productividad, de ahorro, la disciplina y el control.

Felicitaciones , por el caudal portentoso de trabajadores y pueblo, 
de viejas y nuevas generaciones que van de la mano, en cada
 avenida y en cada plaza, reafirmando la unidad del pueblo 
cubano en respaldo inquebrantable a la Revolución, a Fidel, 
a Raúl y a su dirigencia en defensa  de una patria libre y soberana;
 en respaldo y reconocimiento al proceso de integración regiona
l latinoamericana y caribeña; en respaldo pleno a la Revolución Bolivariana
 – Chavista y a su Presidente Constitucional Nicolás Maduro, 
ante las acciones desestabilizadoras de la derecha reaccionaria; 
felicitaciones por mantener firmeza en el rechazo rotundo al 
genocida bloqueo económico, comercial y financiero impuesto por 
el gobierno de los Estados Unidos.

En esta marcha de valientes, con alegría por la presencia de René y 
de Fernando luego de cumplir con sus largas e injustas condenas, 
se ha establecido el compromiso de intensificar las acciones de movilización 
y de reclamo por el regreso de Gerardo, Antonio y Ramón, los héroes 
risioneros en cárceles del imperio por combatir el terrorismo contra 
Cuba, al respecto de lo cual expresamos nuestra absoluta solidaridad.

Hoy digamos, como nunca resonó el paso firme del pueblo cubano 
en las plazas y avenidas del país, enarbolando consignas revolucionarias,
 hasta hacer vibrar las más profundas raíces de la nación, en desfiles 
proletarios y socialistas que sin duda alguna, han hecho temblar
 la tierra. Felicitaciones Cuba, felicitaciones.

¡Viva la Revolución cubana!; ¡Vivan Fidel y Raúl!;
 ¡Vivan los trabajadores cubanos y de todo el mundo!; ¡
Viva el primero de mayo!

DELEGACIÓN DE PAZ DE LAS FARC-EP

Esto y mucho más en Pueblo Colombiano: ¡Pa´la Mesa!

Cristina Esteves da RTP, entrevista o ex presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva

Essa entrevista em Portugal para a RTP foi a bomba
 que o Joaquim e outros não engoliram Por isso , 
o Genoino volta para a papuda.
 Aqui ele detona e é esse o Lula que os idiotas nunca
 vão ter a possibilidade de aceitar.
 Eu sou Lula com muito ORGULHO.

quinta-feira, 1 de maio de 2014

Greve Agraria da Colombia

Todo apoio e  solidariedade a luta do campesinato colombiano, avante camaradas !
 
Manoel Jorge
Vitor Taveira:  Greve Agraria da Colombia
Mais informações sobre a greve agrária, que começou essa semana na Colômbia, no link abaixo..





A mobilização da greve está aumentando. Informamos que nas primeiras 48 horas do atual processo da greve nacional, 15.000 camponeses pertencentes ao Congresso do Povos, encontram-se mobilizados nos estados de Arauca, Casanare, Santander, Boyaca, Norte de Santander, Cesar e Bolívar. Denunciamos que nosso direito ao protesto está se dando marcado por assinalamentos, retenções ilegais, impedindo o acesso de alimentos e inclusive tentativas de afundamentos de barcos onde se transportavam os participantes da mobilização por parte da Polícia militar.

VER


-- 
 Fórum permanente da  paz na Colômbia
2014 ano da paz com justiça social, democracia e soberania

Edição especial para a equipe do movimento "Não Vai Ter Copa" --- Choque de Gestão: Governo de São Paulo constrói estádios sem gastar um só centavo



Sabesp corta investimentos após descontos para consumidor

A crise da água deve provocar impacto financeiro de ao menos R$ 1 bilhão (valor superior aos gastos do estádio do Itaquerão), segundo estimativa feita pela Folha a partir de dados do Estado. Com ampliação da política de bônus, esse valor deve subir.

Lucro da Sabesp e falta de água em São Paulo.


Há três anos assisti uma palestra, no Instituto de Pesquisas Hidráulicas da UFRGS, de um deputado de um dos cantões suíços sobre saneamento. O governo do cantão emprestava e empresa pública de saneamento a juros NEGATIVOS para estimular investimentos nesta área, ou seja, num país extremamente desenvolvido, sem problemas de saneamento ambiental e altamente capitalista, seus governantes acham que investimento em saneamento merece incentivos públicos!
Agora vejamos o caso de São Paulo, após a criação da Sabesp saneamento básico parece ser um dos negócios mais rentáveis e seguros do Brasil (baseado em tarifas sem concorrência e compulsórias). Para ilustrar com dados concretos podemos olhar os últimos lucros líquidos da Sabesp:
1,63 bilhão em 2010
1,22 bilhão em 2011
1.9 bilhão em 2012
1,92 bilhão em 2013
Detalhando melhor com o balanço da Sabesp em 2013 divulgada pela própria empresa 
http://www.Sabesp.com.br/sabesp/filesmng.nsf/3E528157F3595BC783257B36001B5CC2/$File/SBSP3_4T12.pdf) 
para  uma receita operacional líquida de R$10.737,6 milhões em 2013 há um lucro líquido de R$1.911,9 milhões o que representa um lucro líquido em relação a receita operacional da empresa (contas de água e esgoto) de 17,8%!
Pelo histórico, pode-se ver que estes lucros se sucedem ano a ano, ou seja em 5 anos o lucro líquido atinge o faturamento da empresa.
Se querem saber os motivos de falta de água em São Paulo não é necessário grandes conjeturas é só analisar os balanços e ver que há uma falta de investimento em detrimento do consumidor.
Todos os paulistas ficam horrorizados quando pensam se a roubalheira do Metrô é ou não real, porém deixam passar algo que não necessita investigações, a sobretaxa das contas de água e esgoto ou a falta de investimento da empresa.
Isto é um escândalo que supera em muito toda a roubalheira do metro.

E os paulistas continuam votando no PSDB e depois dizem que são os nordestinos que não sabem votar!
_______________________________________________________



LEIA OS ARGUMENTOS UTILIZADOS POR QUEM É CONTRA A COPA E O PORQUÊ DE ELES SEREM EQUIVOCADOS


O site "Viva a Copa" publicou um texto em que analisa os argumentos usados pelas pessoas que protestam contra a realização da Copa do Mundo no Brasil. O artigo destaca que o evento é um grande negócio para o país e que o Governo Federal não gastou um centavo sequer do Orçamento para a realização do Mundial.
De acordo com o site, os governos estaduais e municipais gastaram e podem gastar mais no futuro com a competição, mas os valores dependem da lucratividade das arenas. Gastos que serão bem menores do que os oito bilhões de reais empregados no total das obras. 
Leia o texto abaixo ou clique aqui para acessar o site

Então você é um daqueles idiotas que protestam "contra a Copa do Mundo"?
POIS SAIBA QUE VOCÊ É UM IMBECIL!
Leia abaixo os motivos pelos quais quem protesta contra a Copa do Mundo de 2014 no Brasil é um tremendo imbecil.

Então você é um daqueles babacas que se acha muito inteligente e "consciente" porque protesta contra a realização da Copa do Mundo de 2014 no Brasil, e chama todo mundo que não participa dos seus protestos idiotas de "alienado"?

Sinto te informar, mas o verdadeiro ALIENADO aqui é VOCÊ, seu idiota!

Você se acha o "herói" que está "lutando pelo povo", não é mesmo?

Na verdade você não passa de um pateta fazendo um papelão diante do mundo, e trazendo muito mais malefícios do que benefícios para o povo.

Vamos aqui analisar os argumentos idiotas, e muitas vezes MENTIROSOS dos que protestam contra a Copa do Mundo no Brasil, e desmontar a suas falácias.

Os babacas que são contra a Copa do Mundo no Brasil basicamente dizem que "muito dinheiro público" está sendo gasto com a Copa do Mundo, que este dinheiro deveria estar sendo usado "na Saúde e na Educação", e que há muita corrupção nas obras da Copa.
Será mesmo?

Em primeiro lugar, quanto dinheiro está sendo realmente gasto com a organização da Copa do Mundo?

A turminha dos "anti-Copa" diz que os gastos são de 30 bilhões de reais. Na verdade o valor é menor. Mas a questão é: mesmo que fossem 30 bilhões de reais, isso realmente é "muito dinheiro"? E de onde sai esse dinheiro? Estaria esse dinheiro realmente saindo "da Saúde e da Educação", como eles alegam?

Para colocar as coisas em perspectiva, você sabe quanto foi a arrecadação de impostos do governo federal brasileiro no ano de 2013? Foi de mais de um trilhão de reais, ou seja, mais de mil bilhões de reais. Isso significa que, se os gastos com a Copa fossem realmente de 30 bilhões de reais, esse valor seria equivalente a menos de 3% (três porcento) do dinheiro arrecadado pelo governo federal somente no ano de 2013.

Se você considerar que o governo federal arrecadou também mais de 1 trilhão no ano de 2012, o total arrecadado nos dois anos, 2012 e 2013, passa de 2 trilhões de reais. Neste caso, os 30 bilhões gastos com a Copa equivalem a menos de 1,5% (um e meio porcento) do que o governo arrecadou nos anos de 2012 e 2013.

Se você acrescentar o que foi arrecadado pelo governo também em 2011, o total arrecadado passa de 3 trilhões, e os gastos da Copa caem para menos de 1%do arrecadado pelo governo federal neste período de 3 anos. Como todos sabem, as obras com a Copa não aconteceram todas de uma vez, apenas em um único ano, elas vem ocorrendo desde 2010, passando por 2011, 2012, 2013, e várias ainda estão em execução no ano de 2014.

Muito bem, agora que nós já sabemos que os tais "30 bilhões" que os anti-Copa dizem que estão sendo gastos com o evento equivaleriam a menos de 1% do que foi arrecadado pelo governo federal nos anos de 2011, 2012 e 2013, que tal compararmos os alegados "30 bilhões" com os investimentos na Educação, já que eles gostam tanto de encher a boca para falar em Educação?

Vamos nos limitar aqui a um único tipo de investimento na Educação, que é o FUNDEB. Se levássemos em conta outros investimentos na Educação, os valores seriam ainda maiores, mas por enquanto vamos ficar só com o FUNDEB.

O FUNDEB é o Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica. É um fundo mantido pelo governo federal que repassa recursos para os Estados e os municípios brasileiros, para que Estados e municípíos apliquem esses recursos exclusivamente na Educação Básica (ou seja, o ensino fundamental e médio).

Pois bem, somente nos anos de 2011 e 2012, o governo federal repassou a Estados e municípios, através do FUNDEB, para investimentos na Educação Básica, a quantia de mais de 92 bilhões de reais.

Isso representa mais do triplo do dinheiro que afirmam que será gasto com a Copa do Mundo (que seria de 30 bilhões).

Lembrando que se tratam apenas dos recursos repassados em um período de dois anos (2011 e 2012).


Ora, mas vejam só... A tal "fortuna" que estaria sendo gasta com a Copa do Mundo equivale a menos de um terço do que o governo federal repassou, apenas em 2 anos, para Estados e municípios, apenas para investimentos na Educação Básica.


Mas depois de tanto falar em arrecadação de impostos, e fazer comparações com os valores repassados para o FUNDEB, surge uma pergunta: será que o dinheiro que está sendo "gasto com a Copa" TEM ALGUMA COISA A VER com os impostos arrecadados pelo governo federal ou com o orçamento da Educação?

Quem quer falar sobre os recursos utilizados na Copa do Mundo deveria, em primeiro lugar, visitar o Portal da Transparência na Copa, criado pelo governo federal para monitorar os gastos previstos e realizados com o evento. O link é:

Analisando as informações do Portal da Transparência nós podemos fazer algumas constatações bem interessantes.

A primeira constatação é: o governo federal não gastou um centavo sequer do Orçamento da União com a construção e reformas de estádios.

Os estádios foram reformados ou construídos a partir de uma combinação de recursos privados (no caso de estádios pertencentes a clubes, como o Beira-Rio, a Arena da Baixada e o Itaquerão), recursos de governos estaduais, e EMPRÉSTIMOS concedidos por instituições financeiras pertencentes ao governo federal, como BNDES, Caixa Econômica e Banco do Brasil.

Nem um único centavo para obras de estádios saiu do Orçamento Geral da União, que é para onde vai o dinheiro dos impostos arrecadados, e de onde saem os recursos para a Saúde e a Educação.


Mas aí vai aparecer aquele babaca anti-Copa, falando: "ah, mas é dinheiro federal do mesmo jeito, o dinheiro emprestado pelo BNDES, Caixa Econômica, etc.."


NÃO É. Não tem nada de "a mesma coisa".

O BNDES, a Caixa Econômica, o Banco do Brasil, apesar de serem instituições pertencentes ao governo federal, são BANCOS, e como todo banco, vivem de EMPRESTAR DINHEIRO para ser pago com juros. É isso que todo banco faz, e que o BNDES, a Caixa e o BB fazem.

O BNDES, a Caixa e o BB tem os seus próprios ativos, que não tem nada a ver com o dinheiro do Orçamento do governo, e para que esses ativos aumentem, eles fazem o que todo banco faz, que é emprestar dinheiro, para depois ser pago com juros. E tanto o BNDES, quanto a Caixa e o BB são bancos que tem dado LUCRO todos os anos.

Mas agora vamos voltar ao assunto dos tais "30 bilhões" gastos com a Copa. Como podemos constatar no Portal da Transparência, apenas uma pequena parte dos gastos totais relacionados ao evento são gastos com estádios. Na realidade, apenas cerca de 8 bilhões são gastos com reformas e construções de estádios de futebol (que, como já vimos, não tiveram sequer um centavo do Orçamento Geral da União para suas obras).

Os demais "gastos" com a Copa, fora os estádios, são o quê, então?
São, na maioria investimentos na INFRA-ESTRUTURA das cidades-sede do evento.

A grande verdade é que tais investimentos SEQUER DEVERIAM SER CONSIDERADOS "GASTOS COM A COPA".

São investimentos em aeroportos, portos, ruas, avenidas, túneis, pontes, viadutos, corredores de ônibus e outras obras de mobilidade urbana.
Todos esses investimentos vão trazer benefícios para as populações das cidades-sede da Copa durante MUITOS ANOS APÓS A COPA TER TERMINADO. Quando a Copa acabar, as novas avenidas, os viadutos, as pontes, os aeroportos ampliados, e todos os demais investimentos vão continuar lá, servindo para melhorar a vida da população.

Foi neste tipo de investimento em infra-estutura que o governo federal colocou dinheiro do Orçamento. E este tipo de investimento em infra-estrutura SEMPRE foi destino de recursos do Orçamento da União, e SEMPRE deverá continuar sendo, pois se trata de melhorar as condições das cidades brasileiras. Inclusive muitas cidades que NÃO SÃO cidades-sede da Copa TAMBÉM tem recebido muitos recursos do governo federal para investimentos em infra-estrutura.

Muito bem, vamos nos concentrar então nos estádios de futebol, que parecem ser o principal alvo da ira e do ódio dos retardados mentais que protestam contra a Copa do Mundo.

Em primeiro lugar, podemos até ponderar se os investimentos na modernização de muitos dos nossos estádios de futebol, e na construção de novas modernas arenas, não seriam investimentos que também vão muito além do que simplesmente apenas a Copa de 2014.

Muitos dos estádios de propriedade dos governos municipais e estaduais já estavam com suas estruturas comprometidas, pondo em risco até a segurança dos torcedores. Exemplo disso é o estádio da Fonte Nova, em Salvador, em que no ano de 2007 ocorreu uma tragédia quando uma mureta desmoronou, e vários torcedores despencaram de grande altura, causando sete mortes. A Fonte Nova foi então posta abaixo e foi construído um novo estádio, muito mais moderno, em seu lugar, adotando o mesmo nome.

Os novos estádios trazem mais conforto e segurança aos torcedores, e podem ser utilizados para outros tipos de eventos, como concertos musicais, por exemplo.

Mas quanto realmente foi e será gasto pelos governos estaduais (e/ou municipais) nas obras dos estádios?

Chegamos agora talvez a um dos pontos principais da análise. Já vimos que o governo federal não gastou um centavo sequer do Orçamento Geral da União com obras de estádios. Mas os governos estaduais (e/ou municipais) gastaram e/ou vão gastar no futuro.

Como assim "vão gastar no futuro"? Ora, como vimos, foram feitos empréstimos de instituições financeiras como BNDES, Caixa Econômica e BB para as obras dos estádios. Esses empréstimos terão que ser pagos, no futuro (ou já começaram a ser pagos, em suas primeiras prestações).

Quem vai pagar esses empréstimos? Ora, isso depende.

Vai depender de fatores como a lucratividade e auto-sustentabilidade das arenas após a Copa. Muitos dos estádios foram reformados através de Parcerias Público-Privadas entre os governos estaduais e as  construtoras, formando consórcios que irão administrar os estádios durante as próximas décadas.

A maioria dos contratos dessas parcerias prevê que, apenas no caso das arenas não darem lucro suficiente para pagar as parcelas do empréstimo feito, e sobrar mais um valor pré-estipulado, apenas nos meses em que isso acontecer é que os governos estaduais (e/ou municipais) precisarão desembolsar recursos para cobrir o valor que falta.

Ou seja: a maior parte dos gastos dos governos estaduais (e/ou municipais) com os estádios sequer foi feita ainda. A maior parte dos gastos será feita NO FUTURO, em suaves prestações, e dependendo da lucratividade ou não das arenas, as quais poderão melhorar sua arrecadação através da realização de eventos não-esportivos, como shows musicais, por exemplo.

VEJAM SÓ: o maior alvo do ódio dos dementes que protestam contra a Copa, que são os gastos dos governos estaduais com o estádios (já que o governo federal não gastou NADA com estádios) são na maior parte gastos que nem sequer foram feitos ainda, e que vão depender de fatores futuros como a lucratividade das arenas, e podem vir a nem se tornarem tão altos como inicialmente estimado.

Considerando que três dos estádios são privados  (Beira-Rio, Arena da Baixada e Itaquerão) e pertencem a clubes de futebol que terão que arcar com os pagamentos dos empréstimos, e considerando que alguns dos estádios públicos tem potencial para serem lucrativos, podemos com certeza chegar a uma conclusão: os gastos efetivamente realizados e que virão a ser realizados pelos cofres públicos dos governos estaduais com as obras de estádios SERÃO BEM MENOS DO QUE OITO BILHÕES DE REAIS empregados no total das obras.
Lembrando que a maior parte do que já foi gasto é dinheiro de EMPRÉSTIMOS concedidos por instituições financeiras.

MAS E AÍ, SERÁ QUE O INVESTIMENTO NA COPA NÃO VALE A PENA?

 Depois de tanto analisarmos os custos envolvidos, cabe agora perguntar: será que não vale a pena o investimento feito na organização da Copa do Mundo?

Já vimos que uma grande parte dos "tais 30 bilhões" que dizem que serão "gastos" com a Copa são na verdade investimentos em infra-estrutura e mobilidade urbana das cidades-sede do mundial, investimentos que certamente valeriam a pena ser feitos MESMO QUE NÃO HOUVESSE COPA DO MUNDO, pois independente de haver Copa ou não, são obras que trazem melhorias no trânsito dessas cidades, na qualidade de vida da população, na eficiência econômica dessas cidades, na sua estrutura para lidar com a atividade turística, entre outras coisas.

Mas os demais investimentos feitos, como por exemplo, os BEM MENOS do que 8 bilhões que os governos estaduais gastaram e poderão vir a gastar (dependendo de fatores futuros) com as reformas e construções de estádios?

Será que esses outros investimentos feitos para garantir a Copa no Brasil, mesmo que tivessem como único objetivo a realização da Copa, não valeriam a pena?Será que a Copa do Mundo no Brasil, por si só, já não seria um investimento que vale a pena?

Ora, segundo estimativa da Embratur, cerca de 600 mil turistas estrangeiros devem vir ao Brasil durante o período da Copa do Mundo, os quais devem gastar no Brasil cerca de 7 bilhões de reais (fonte: http://www.anba.com.br/noticia/21013383/anba-na-copa/brasil-espera-600-mil-estrangeiros-para-2014/ )
Somente o valor gasto por turistas estrangeiros no Brasil durante o período da Copa já supera o total que deverá ser efetivamente gasto pelos cofres públicos dos governos estaduais e municipais com os estádios da Copa (lembrando de novo que 3 dos estádios são privados).

Mas isso é apenas uma pequena parcela dos benefícios da Copa do Mundo.

Para além dos gastos dos turistas estrangeiros durante a Copa, o evento também trará grande dinamismo ao turismo doméstico, com milhares de brasileiros viajando internamente pelo país nos meses de junho e julho de 2014.

Mas o maior legado da Copa do Mundo para o turismo não é o legado imediato, mas o legado a médio e longo prazo, o legado para depois da Copa.

Teremos milhares de turistas estrangeiros conhecendo o Brasil pela primeira vez, conhecendo as belezas naturais deste país, das florestas da Amazônia e do Pantanal, às praias do Nordeste, à Cataratas do Iguaçu no Paraná. Teremos milhares de jornalistas estrangeiros conhecendo as belezas do nosso país.

Isso tudo traz um enorme potencial para divulgar o nosso país, e ampliar em muito o número de turistas estrangeiros vindo ao Brasil todos os anos, e não apenas no ano da Copa.

Atualmente, o número de turistas estrangeiros que vem ao Brasil por ano é considerado muito baixo, comparado com o número de turistas que visitam outros países até menores do que o nosso. A Copa do Mundo tem o potencial de alavancar o turismo no Brasil, ampliando a vinda de turistas estrangeiros não apenas em 2014, mas durante muitos anos, com a divulgação massiva que será feita dos atrativos do nosso país.

Para podermos ter uma melhor noção do que isso significa, devemos pegar o exemplo da África do Sul, país que sediou a Copa do Mundo de 2010, e que teve um significativo aumento no número de turistas estrangeiros que recebe.

No ano de 2010, a África do Sul teve um aumento de 15% no número de turistas estrangeiros em relação a 2009, como podemos ver neste link:

Mas mesmo depois do ano da Copa, 2010, a África do Sul continuou se beneficiando com a divulgação proporcionada pela Copa. No ano de 2011, o número de turistas estrangeiros que visitaram a África do Sul cresceu em 3,3% em relação a 2010, como mostra este link:


Ainda em 2013, continuou a tendência de crescimento das visitas de turistas estrangeiros à África do Sul, com o primeiro trimestre resgistrando aumento de 8,6% em relação ao mesmo período do ano anterior, conforme informado neste link:

Podemos portanto ver o efeito positivo a longo prazo que a Copa do Mundo de 2010 teve para o turismo na África do Sul, aumentando ano a ano o número de visitantes, que deixam divisas no país, beneficiando a economia e gerando empregos.

A Copa de 2014 tem o potencial de fazer o mesmo em relação ao Brasil, mostrando que o seu legado para o setor turístico vai muito além dos 600 mil estrangeiros que virão ao país em junho e julho, deixando 7 bilhões de reais na nossa economia.

Um último argumento muito utilizado pelos debilóides que protestam contra a Copa do Mundo, é a de que teria "muita corrupção" nas obras da Copa.

O interessante é que eles afirmam isso sem nenhuma prova de nenhum caso concreto de corrupção.

De fato, diversos estádios apresentaram aumento nos custos previstos nas obras. Mas em outros estádios ocorreu o inverso: o custo total da obra acabou ficandoMENOR do que o inicialmente estimado, como por exemplo, na Arena Castelão, em Fortaleza, e na Arena das Dunas, em Natal. Mas isso eles não falam.

Mesmo nos estádios em que houve aumento nos custos, isso não necessariamente significa que houve corrupção ou desvio de recursos. Em muitos casos pode ter ocorrido que os custos foram subestimados na análise inicial, e que ocorreram aumentos nos custos de materiais, equipamentos, e mão-de-obra, que não estavam inicialmente previstos.

Mas, caso tenha havido corrupção em alguma das obras, cabe ao Ministério Público investigar, analisar, e denunciar os culpados, e a Justiça irá julgá-los. O governo federal exigiu critérios de transparência nas obras, o que facilita o trabalho de investigação do Ministério Público. Caso tenha alguma coisa errada, que seja denunciado. Mas por enquanto, o Ministério Público ainda não apresentou nenhuma denúncia de corrupção ou de desvios em nenhuma das obras.

Mesmo que tenha havido casos de corrupção em alguma das obras, que o Ministério Público venha a descobrir e denunciar, isto não é motivo para ser contra a Copa. Os eventuais responsáveis que sejam julgados, punidos, e obrigados a ressarcir os cofres públicos, caso tenham roubado alguma coisa. Mas ser contra a realização da Copa por causa disso é pura idiotice.

EM RESUMO

Podemos concluir que:

1 - A Copa é um bom negócio para o Brasil, trazendo ótimo retorno para a economia do país
2 - O governo federal não gastou um centavo sequer do Orçamento com obras de estádios
3 - As obras de infra-estrutura e mobilidade urbana são importantes, e deveriam ser feitas mesmo que não houvesse Copa
4 - A maior parte dos gastos de Estados e municípios com estádios nem foi desembolsada ainda, e poderão ser reduzidos, dependendo da lucratividade dos estádios
5 - O tais "30 bilhões" que serão gastos com a Copa são menos de um terço do que o governo federal repassou, apenas em 2011 e 2012, para Estados e municípios investirem na Educação Básica

6 - Quem protesta contra a Copa é um IMBECIL, alienado, DESINFORMADO, debilóide, oportunista, retardado, baderneiro que só quer fazer bagunça, incapaz de raciocinar com base em dados reais, e está causando apenas prejuízos ao povo brasileiro, além de merecer ganhar o prêmio Nobel de Idiotice.

_______________________________________________________________________________

Manifestação contra a Copa reúne 500 pessoas em São Paulo

29 de abril de 2014 

Com cerca de 500 manifestantes, segundo a Polícia Militar (PM), o Sexto Ato Contra a Copa saiu do Tatuapé, zona leste de São Paulo, e foi até a região central da cidade. Na maior parte do trajeto, a passeata seguiu pela Radial Leste, uma das principais avenidas da capital paulista. O protesto questiona os gastos com a realização da Copa do Mundo no Brasil.
Antes mesmo do começo da passeata, três adolescentes foram detidos dentro da Estação Tatuapé do metrô, segundo a PM, com estilingue, pedras e faca dentro da mochila.
O último ato contra a Copa foi realizado há duas semanas, saindo da avenida Paulista. O grupo, com cerca de 1,5 mil pessoas, seguiu pela avenida Rebouças até o Butantã. Ao fim do protesto, duas agências bancárias foram depredadas. Houve confronto com a polícia e 54 pessoas foram detidas.
Na página do Movimento Contra a Copa do Mundo 2014, no Facebook, que convocou a manifestação, o evento esportivo é criticado, e são cobrados mais investimentos em áreas como saúde e educação. "Vergonha e hipocrisia! Vêm me falar que o ponto negativo foi a morte de três trabalhadores? A vida vale muito mais que evento no qual quem lucra é a Fifa. E os hospitais que têm em Itaquera (bairro da zona leste onde fica o estádio do Corinthians)?", questionam os organizadores da manifestação.

Manifestantes protestam contra 

Copa do Mundo em São Paulo



15 de abril - Manifestante queima álbum 
de figurinhas da Copa do Mundo 

_______________________________________________________________________________

De Julio Cesar Montenegro Bastos, jornalista, Fortaleza (CE):


no rastro da SEGUNDA ELEIÇÃO DO LULA, tombaram do panteão do patrimonialismo pátrio figuras incensadas televisadamente como fhc, alkmin, serra, tasso... a lista é (jornal) nacional... e longa 


eis o problema, o desastre, a catástrofe: o tradicional PODER PATRIMONIAL vem se sentindo acuado desde o ODIADO GETÚLIO que, 
ecoando os TRABALHADORES, mostrou que eles TAMBÉM podiam, além de ter seus corpos utilizados na SOBREVIVÊNCIA remunerada, ter suas vozes escutadas na convivência POLÍTICA COMPARTILHADA. 
os sobreviventes dos bandeirantes enriquecidos com pilhagens & assassinatos guerrearam GETÚLIO baseados em são paulo em 1932, quiseram golpeá-lo em 1954 (adiado por 10 anos pelo suicídio que o confirmou na história como PAI DOS POBRES ), ensaiaram em 1961 o golpe MIDIÁTICO-CIVIL-MILITAR de 1964 QUE LHES PRORROGOU O MANDO POR 25 ANOS. 
aos sinais da impaciência da MAIORIA, entraram no jogo democrático, trapaceando nas diretas já, na eleição do collor, na encenação fhc, falso-sábio-suposto-pai, cujo COMPRADO BIS ESGOTOU a paciência da maioria … LULA pela PRIMEIRA VEZ GANHOU. 
ALEVANTADAS esperanças dos bandeirantes de ensanguentadas bandeiras começaram a BROCHAR esperando o apedeuta fracassar.

mas lula agradou, emplacou dilma, haddad, e ameaça continuar SEM SE ESCRAVIZAR ao poder sobre o qual tem o crédito do DESEMPENHO. ISSO BASTA E SOBRA PRA DEIXAR QUALQUER SENHOR DE TERRAS & SERV@S DA CASA GRANDE ENSANDECIDO E SEUS cães de guarda ENLOUQUECIDOS COM O PROBLEMA, DESASTRE, CATÁSTROFE…da democracia!

_______________________________________________

Ilustração: AIPC – Atrocious International Piracy of Cartoons

_______________________________________________

PressAA



.