Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?

Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?
LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA KIT COLETA Todo cidadão/cidadã pode buscar voluntariamente as assinaturas para o projeto. Disponibilizamos abaixo um kit com o material necessário para o diálogo nas ruas. Clique na imagem acima.

Seguidores

#naovaitergolpe

#naovaitergolpe
Acesse Frente Brasil Popular

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Audiência Pública: Os crimes de lesa-humanidade da ditadura.

Saudações a realização da Audiência Pública: Os crimes de lesa-humanidade da ditadura.
Num primeiro momento gostaria de registrar a honra que é para o Espirito Santo ter, na Assembleia Legislativa, reunidos nomes como do advogado Modesto da Silveira e Jarbas Marques, que também foi meu companheiro de cárcere. O debate sobre os crimes da ditadura vem sendo ampliado hoje, graças a coragem e determinação de homens como estes.
Não podemos esquecer jamais os 21 anos da mais longa e cruel das ditaduras e um dos piores momentos de nossa história política recente, que realizou sequestros, torturas e assassinatos, desaparecimentos, exílios e banimentos. Temos que lembrar sempre que o povo brasileiro em momento algum deixou de lutar, por liberdade e democracia.
Hoje, 35 anos da Lei da Anistia Politica que não foi ampla, nem geral nem irrestrita, mas foi uma conquista que assegurou, ainda que parcialmente o retorno a vida política brasileira milhares de cassados, banidos, exilados ex presos que readquiriram seus direitos políticos, e pudemos iniciar a reconstrução do nosso país.
A Anistia foi incompleta, ela não foi fruto de um Acordo Politico Nacional, os presos políticos continuaram presos, como se reféns fossem, o Projeto de Lei foi contestado nas ruas, e nos presídios políticos com a Greve de Fome Nacional, e o Projeto de Lei enviado ao Congresso foi aprovado com uma pequena margem de 6 votos.
A Lei tenta anistiar a ditadura, mas perante o mundo jurídico e político, não existe auto-anistia, e assim o movimento das Comissões da Verdade e da Memoria em todos os níveis e em todos os poderes e categorias profissionais e movimentos sociais, estão, cumprindo o papel histórico de reunir fatos, documentos, depoimentos, que comprovem as violações de direitos humanos praticados contra nosso povo em especial contra os opositores políticos, que recorreram legitimamente a todas as formas de luta incluindo a luta armada, para por fim a sanguinária Ditadura Civil e Militar.
Quero com esse pequeno texto parabenizar a iniciativa das ALES, dos movimentos sociais, principalmente o deputado Claudio Vereza e, Chico Celso pela Rede Brasil Memória, Verdade e Justiça, das demais entidades que tomaram a iniciativa desta importante tarefa.
A ditadura civil militar acabou mas existem ainda na sociedade, no poder publica e nas instituições da sociedade civil muitos resquícios deixados pela ditadura. A luta para conquistar a plena democratização de todos os espaços continua agora e sempre.
Ditadura nunca mais! Democracia e liberdade sempre mais!
Perly Cipriano

Nenhum comentário:

Postar um comentário