Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?

Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?
LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA KIT COLETA Todo cidadão/cidadã pode buscar voluntariamente as assinaturas para o projeto. Disponibilizamos abaixo um kit com o material necessário para o diálogo nas ruas.

Seguidores

#naovaitergolpe

#naovaitergolpe
Acesse Frente Brasil Popular

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

A história do massacre palestino, por um judeu Israelense lúcido: o filho do general


Recomendo a leitura para todos, mas principalmente para aqueles que encontram mil razões para justificarem os ataques de Israel aos palestinos, lerem esta postagem e, principalmente, que depois assistam ao vídeo com o depoimento do Sr Miko Peled. Estou certo de que pelo menos um dos que assistirem o vídeo com atenção começara a ver esta guerra com outros olhos.
A história do massacre palestino, por um judeu Israelense lúcido: o filho do general
Autor: Fernando Brito
Miko Peled é um ativista da causa de um Estado Palestino com características muito especiais: Peled é judeu.

E filho de um dos mais importantes generais das Forças de Defesa Israelense (IDF), eufemístico nome de seu exército, Mattityahu “Matti” Peled, um dos integrantes do Estado-Maior israelense na Guerra dos Seis Dias, quando Israel conquistou os territórios da Cisjordânia, Gaza, Golan e o Sinai.
O próprio Peled chegou a ser militar.

Sua família e ele foram atingidos pela tragédia: uma sobrinha, de 13 anos, morreu num ataque de homens-bomba.
Neste vídeo, mencionado por Ricardo Mello em sua coluna na Folha, Miko Peled conta a história da qual ele e seus pais participaram.
Reproduzo porque é preciso que as pessoas, como ele, retomem a lucidez.
Porque, como Peled diz com sabedoria, não há mais lugar no mundo para regimes racistas e segregacionistas.

Mas estes, quanto mais agonizam, tornam-se mais brutos e selvagens e, claro, provocam reações iguais e contrárias, em bora, como Peled tragicamente exemplifica com os efeitos de um foguete palestino e uma bomba israelense, ambos sejam desproporcionais.
Assista o vídeo. http://goo.gl/Gr2JUQ
É a prova de que quando a guerra é insana, é muito mais valente quem pensa na paz do que aqueles que atiram.
Este é um blog de ideias e notícias. Mas também de literatura, música, cinema,...
DAGMARVULPI.BLOGSPOT.COM

Nenhum comentário:

Postar um comentário