Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?

Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?
LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA KIT COLETA Todo cidadão/cidadã pode buscar voluntariamente as assinaturas para o projeto. Disponibilizamos abaixo um kit com o material necessário para o diálogo nas ruas. Clique na imagem acima.

Seguidores

#naovaitergolpe

#naovaitergolpe
Acesse Frente Brasil Popular

terça-feira, 15 de julho de 2014

Programa "Mais Médicos" -Saúde Para as Comunidades Mais Vulneráveis





 Enviado por JACOB BLINDER
 
Minas Gerais recebeu 1235 profissionais do “Programa Mais Médicos” 
para trabalhar em atenção básica, distribuídos em 78 municípios. 
O Governo Federal conseguiu enviar todos os profissionais solicitados
 pelas prefeituras do estado. 
Com eles, 4,2 milhões de mineiros serão beneficiados. 
O DCM foi a três cidades da região metropolitana de Belo Horizonte — Juatuba,
Timóteo e Ribeirão das Neves — para ver de perto o desenvolvimento programa. 
As três cidades estão próximas à capital e possuem indústrias de peso. 
A população sofria com a falta de médicos e principalmente com a rotatividade que havia antes. 
Os médicos dificilmente paravam em uma comunidade e ficavam.
 Eles iam mudando de município, de acordo com a oferta de salário, 
o que, para um trabalho de medicina comunitária, não ajuda, 
já que não se desenvolve um trabalho à longo prazo de prevenção e cuidado com aquelas famílias. 
Os desafios são enormes ainda. Um deles, segundo os médicos com quem conversamos, 
é fazer com que a população entenda as bases da medicina comunitária, 
entenda que as Unidades Básicas de Saúde não estão lá para pronto atendimento
e sim cuidem da saúde diariamente. 
“Os brasileiros são muito ‘medicalocêntricos’, só procuram o médico quando estão 
com alguma doença, e é isso que com o tempo iremos mudar”,  afirmou Marina Corradi, 
médica na UBS Francelinos-Juatuba. 
No documentário, conhecemos um pouco da realidade da região, 
e como atuam e o que pensam os médicos que estão diariamente 
convivendo com o programa e suas mudanças. 
Blog Diário do Centro do Mundo 
Alice Riff 14/07/2014
 Programa Mais Médicos - Minas Gerais
 
Pernambuco, Brasil, 8 de julho de 2014 (OPAS/OMS) –
Fazia quatro anos que a Unidade de Saúde da Família São Domingo, 
no município pernambucano de Brejo da Madre de Deus, não tinha médico. 
Quando o dinheiro e o tempo permitiam, a agricultora Maria do Carmo Berlamino Noé
 viajava até a policlínica municipal para controlar sua pressão arterial e se consultar
 em caso de febre alta ou outros problemas de saúde que um profissional poderia ter 
resolvido no posto de saúde perto de sua casa. Mas os médicos quase não vinham a 
este pântano a 202 quilômetros de Recife, a capital do estado de Pernambuco. 
Agora, porém, o acesso ao atendimento médico está mudando no Brejo, assim como em
 700 outros dos municípios mais empobrecidos e distantes do Brasil, desde que médicos 
estrangeiros começaram a chegar para cobrir o déficit de profissionais, no marco do Programa Mais Médicos.  


Programa "Mais Médicos" - 
Saúde Para as Comunidades Mais Vulneráveis

Nenhum comentário:

Postar um comentário