Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?

Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?
LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA KIT COLETA Todo cidadão/cidadã pode buscar voluntariamente as assinaturas para o projeto. Disponibilizamos abaixo um kit com o material necessário para o diálogo nas ruas. Clique na imagem acima.

Seguidores

#naovaitergolpe

#naovaitergolpe
Acesse Frente Brasil Popular

terça-feira, 10 de junho de 2014

Veja o posicionamento da PREVI em resposta a matéria da revista IstoÉ

Via Raul Longo, com 
Comentario de Raul Longo 


Devido a grande dificuldade do PSDB  e aliados em apresentar algo de positivo dos longos anos que exerceram o poder no país e ainda o exercem em alguns estados, só lhes resta duas únicas possibilidades: 1 – apresentar propostas de governo para mudar o país    2 – mentir sobre as reais mudanças que desde 2003 ocorrem no país.

Conforme se nota pela resposta da PREVI à imprensa tucana, o PSDB e seus aliados já fizeram uma escolha entre essas opções que servirão de orientação para, brevemente, cada brasileiro fazer sua opção para o futuro daqueles que por terem menos de 16 anos ainda não podem votar.

Confira:   


07/06/2014

Veja o posicionamento da PREVI em resposta a matéria da revista IstoÉ

Sr. Editor,

Considerando as incorreções constantes na matéria intitulada "Como o PT perdeu poder nos fundos de pensão", publicada na edição 2324 da revista IstoÉ, e o fato de não ter sido procurada, quando da apuração das informações, a PREVI esclarece que:

Não procede a informação de que "A Previ acumula R$ 5 bilhões de prejuízo". O Plano de Benefícios 1 da PREVI, com patrimônio de cerca de R$165 bilhões, encerrou 2013 com superávit acumulado de R$24,7 bilhões;

A rentabilidade dos ativos de renda variável do Plano 1, nos últimos 10 anos (2004 a 2013), foi de 374,13%, frente uma meta atuarial de 199,06%, no período;

O Benefício Especial Temporário (BET), pago nos últimos anos, e a suspensão da cobrança das contribuições, de 2007 a 2013, são exemplos de benefícios adicionais, que já ultrapassam R$30 bilhões destinados aos participantes, em função de sucessivos superávites do Plano 1;

A destinação de 50% dos valores oriundos de distribuição de superávites ao patrocinador é uma exigência legal do sistema de previdência complementar brasileiro;

A PREVI é reconhecida pelo seu avançado modelo de governança corporativa, com a composição de todos os seus órgãos colegiados de forma paritária entre patrocinador e participantes, esses elegendo seus representantes de forma direta;

A chapa vencedora em 2014 não é formada por auditores de carreira do BB, o que não seria nenhum demérito, caso a informação fosse verdadeira. A formação dos candidatos eleitos é diversificada e está divulgada na área pública do site da PREVI, desde o inicio do processo eleitoral;

Finalmente, repudiamos a recente campanha de difamação dos fundos de pensão, que insiste em colocar a PREVI em situação que não corresponde com a sua realidade e desconsidera o histórico de cumprimento rigoroso de suas obrigações, há 110 anos, e a solidez para honrar com seus compromissos futuros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário