Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?

Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?
LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA KIT COLETA Todo cidadão/cidadã pode buscar voluntariamente as assinaturas para o projeto. Disponibilizamos abaixo um kit com o material necessário para o diálogo nas ruas.

Seguidores

#naovaitergolpe

#naovaitergolpe
Acesse Frente Brasil Popular

segunda-feira, 23 de junho de 2014

ONU destaca atuação de médicos cubanos em unidades da Serra

ONU destaca atuação de médicos cubanos em unidades da Serra
Organização ressalta a integração dos médicos com as comunidades e a agilidade dos atendimentos
http://seculodiario.com.br/17467/15/onu-destaca-atuacao-de-medicos-cubanos-em-unidades-da-serra
Livia Francez
21/06/2014 15:14 - Atualizado em 22/06/2014 11:51

A Organização das Nações Unidas (ONU) destacou a atuação dos médicos do programa federal Mais Médicos em duas unidades de saúde da Serra. A entidade classificou que a atuação dos profissionais evolucionou o atendimento na Unidade Regional de Saúde (URS), no bairro Planalto Serrano; e no posto de saúde de Taquara I, no mesmo município. 
 
De acordo com informações do site institucional da ONU, somente a URS atende a cerca de 12 mil pessoas da região. A unidade tem três equipes de Saúde da Família sendo dois médicos principais e um médico de apoio do programa Mais Médicos, dentre estes três médicos cubanos. 
 
A coordenadora da unidade, Naiara Vidoto relatou que os profissionais foram bem recebidos pela população. Os médicos cubanos Orlando Maure Ceballo e Tamara Delgado Riesgos chegaram à unidade em dezembro de 2013 e resolveram o atraso de consultas de pré-natal, desenvolveram um programa de atendimento para os casos de hipertensão e diabetes e tiveram a iniciativa de sistematizar as consultas domiciliares.
 
Já no posto de saúde de Taquara I, que também recebeu o reforço de médicos do programa federal em dezembro de 2013, cerca de 5 mil pessoas são atingidas pelo aumento de atendimentos. Na unidade atua o médico Orelys Reyes Madrazo. 
 
O Estado atingiu, em abril deste ano, 100% da demanda atendida pela iniciativa do governo federal, o equivalente a 404 médicos. A atuação desses profissionais impacta na assistência de mais de 1,3 milhão de pessoas.
 
Além da ampliação imediata da assistência em atenção básica, o Mais Médicos prevê ações estruturantes voltadas à expansão e descentralização da formação médica no Brasil. Até 2018, serão criadas 11,4 mil novas vagas de graduação em Medicina e mais de 12 mil novas vagas de residência médica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário