Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?

Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?
LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA KIT COLETA Todo cidadão/cidadã pode buscar voluntariamente as assinaturas para o projeto. Disponibilizamos abaixo um kit com o material necessário para o diálogo nas ruas. Clique na imagem acima.

Seguidores

#naovaitergolpe

#naovaitergolpe
Acesse Frente Brasil Popular

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Preliminar da Copa: Seleção Internacional do PIG X Escrete Blogosfera Canarinho



Momentos depois do gol de mão grande dos franceses, os alemães fazem gol da bunda contra o Brasil
Primeiro foi a revista francesa France Football, com uma matéria “premonitória” sobre a Copa 2014. Agora a alemã Der Spiegel está agourando. Resenhistas esportivos internacionais aprenderam com críticos brasileiros de Economia: “Vai virar um caos aos 45 do segundo tempo!”
***

Revista alemã afirma que sonho da Copa no Brasil pode virar fiasco” (site Deutsche Welle)

“A um mês da Copa, a maior e mais importante revista da Alemanha, a  Der Spiegel, faz uma previsão sombria sobre o Mundial no país do futebol. Com o título "Morte e jogos", o semanário traz em sua capa uma imagem da bola oficial do torneio em chamas caindo sobre o Rio de Janeiro. Em três matérias, que juntas somam dez páginas, é apresentado um retrato dos atrasos nas obras, da insatisfação dos brasileiros com os altos custos do evento e dos prováveis embates nas ruas das cidades-sede.”

"Justamente no país do futebol, a Copa do Mundo pode virar um fiasco: protestos, greves e tiroteios em vez de festa", afirma a matéria, assinada pelo jornalista alemão Jens Glüsing e que leva o título de "Gol contra do Brasil". "As notícias serão sobre protestos e greves, problemas com infraestrutura e violência", prevê.

Enquanto na Alemanha os torcedores já estão vestindo a camisa da seleção nacional, e enfeites e adereços com as cores da bandeira estão à venda nas lojas, no país conhecido pelo carnaval, compara o jornalista, o clima é outro: "Nas favelas do Rio, policiais e traficantes se enfrentam de maneira sangrenta. Em São Paulo, gangues queimam ônibus quase todas as noites."

Para a Spiegel, o clima de festa só vai aparecer se a seleção brasileira vencer o torneio. Mas, caso isso não aconteça, a revista questiona se o país viverá uma onda de violência: "Os jogos vão terminar em pancadaria nas ruas? Políticos e funcionários da Fifa serão perseguidos por uma multidão enfurecida?" 

***

Der Spiegel também é cultura

A revista informa que o Maracanã, construído em 1950, era um símbolo contra o racismo e a ditadura.

"A arquibancada era redonda para que todos pudessem ter a mesma visão do estádio. Não havia divisões. Quando as equipes trocavam de lado, os torcedores davam a volta" (...) "E todos podiam entrar. Duzentas mil pessoas cabiam no Maracanã, era o maior estádio do mundo. Os ingressos no anel inferior eram tão baratos que até mesmo mendigos podiam comprá-los. Os franceses tinham a Torre Eiffel. Os americanos, a Estátua da Liberdade. Os brasileiros, o Maracanã."

(E fazia apenas 5 anos que os alemães haviam fechado os campos de concentração e apagado os fornos.)

Muitas reformas foram feitas nas últimas décadas, informa Spiegel.

O Maracanã virou shopping center com grama no meio, afirma a reportagem, e os ingressos mais baratos custam R$80,00. "Hoje o Maracanã tem a cara de qualquer estádio da Fifa. Podia estar em Londres, em Frankfurt ou em Yokohama", mas está no Brasil, uma pena. (...) "É uma arena para a televisão, e não para os brasileiros. É um assassinato cultural".

A Torre Eiffel modernizou-se, seus excelentes restaurantes e shopping com as mais chiques boutiques e grifes oferecem tudo o que as propinas da privataria podem comprar. Inclusive os ingressos para simples visitação. Caríssimos! Mas desbancou Disneyland Paris...

A Estátua da Liberdade hoje é símbolo da mais ferrenha ditadura do Planeta. Os visitantes também contam com infraestrutura moderna e pagam caro para chegar lá. Mas os piratas da privataria brasileira, por mau exemplo, preferem pagar ainda mais, utilizando water taxi, bem mais caro e confortável do que os ferry boats para vira-latas que não gostam do Cristo Redentor.

O Maracanã... Bem, o Maracanã é agora o novo Maraca... E os alemães que escaparam da guerra podem vir ver a gente fazer "gol contra" sua seleção.

Angela Merkel já garantiu presença na Fonte Nova. Entretanto os vira-latas endinheirados podem esquecer a Copa e fazer um tour pelos EUA ou Europa: Estátua da Liberdade, Torre Eiffel ou símbolos nacionais da Alemanha, como o...


Campo de Concentração de Dachau


Dachau, Baviera, Alemanha
Site
Atualizar os detalhes da atração

1.175 fotos do visitante
Hotéis premiados pelo Travelers' ChoiceVencedor do Travellers' Choice™ 2013Atrações
Reserve uma excursão
Tipo: Locais históricos
Taxa: Sim
Duração recomendada da visita: mais de 3 horas

Muito mais interessante do que 

uma reles partida de futebol


_______________________________________________

Ilustração: AIPC – Atrocious International Piracy of Cartoons
_______________________________________________

PressAA


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário