Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?

Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?
LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA KIT COLETA Todo cidadão/cidadã pode buscar voluntariamente as assinaturas para o projeto. Disponibilizamos abaixo um kit com o material necessário para o diálogo nas ruas.

Seguidores

#naovaitergolpe

#naovaitergolpe
Acesse Frente Brasil Popular

segunda-feira, 24 de março de 2014

Como é feita a manipulação das Noticias pela mídia

Enviada por Jacob Blinder 
“....ainda é a grande imprensa (principalmente a maior emissora de TV do país) que determina o pensamento de grande parte dos brasileiros. Sendo assim, a ideologia imperialista da mídia estadunidense, fielmente difundida pelos seus congêneres tupiniquins, é praticamente a única fonte de informações que chega à esmagadora maioria da população. Desse modo, estereótipos como o “muçulmano terrorista e fanático religioso”, o “ditador cubano” e o “caudilho sul-americano”, exaustivamente repetidos como mantras pelos meios de comunicação, são aceitos sem maiores questionamentos...” Francisco Fernandes Ladeira, no artigo: “Noticiário internacional e manipulação midiática” publicado no Observatório da Imprensa. Os acontecimentos recentes ocorridos na Venezuela onde o povo desse país está resistindo a um prolongado processo de desestabilização (golpe de estado de novo tipo de inspiração imperialista) a mídia do Brasil têm assumido a manipulação e a tergiversação dos fatos como norma de conduta – e com isso levando à população informações equivocadas sobre o que lá ocorre. O vídeo (endereço abaixo transcrito) mostra como se dá tal manipulação, foi produzido na Espanha onde foi avaliado  o tipo de comportamento das grandes mídias desse país sobre os acontecimentos da Venezuela. E como curiosidade e sem muitas dificuldades  poder-se-á comparar o processo de manipulação  ocorrido na Espanha com a prática corriqueira dos  noticiários de TV das grandes redes de comunicação do Brasil em relação ao tema.  Jacob David Blinder

 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário