Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?

Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?
LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA KIT COLETA Todo cidadão/cidadã pode buscar voluntariamente as assinaturas para o projeto. Disponibilizamos abaixo um kit com o material necessário para o diálogo nas ruas.

Seguidores

#naovaitergolpe

#naovaitergolpe
Acesse Frente Brasil Popular

domingo, 5 de janeiro de 2014

O Programa de Construção de Habitação Popular na Venezuela avança

Ao Paulo Junqueira e demais
Há muitas diferenças entre os programas habitacionais da Venezuela com o desenvolvido no Brasil. APRIMEIRA é que na Venezuela o governo apóia a implantação de fabricas de insumos básicos que podem ser  estatais ou privadas com administração dos Conselhos Comunais de Moradores  - e no Brasil os insumos básicos são adquiridos  no mercado tradicional.Com isso há uma enorme redução nos custos de construção na Venezuela.  SEGUNDA é que na Venezuela as habitações são construídas em mutirões com os moradores das comunidades beneficiadas participando das construções e com isso abaixam-se os custos de construção. A TERCEIRA é que as habitações sejam elas situadas edifícios de vários pisos ou casas térreas são construídas através de soluções moduladas e uso de insumos não convencionais como, por exemplo, de subprodutos do petróleo e com isso  o tempo de construção se reduz drasticamente. AQUARTA  é que a Venezuela se utiliza do apoio de consultorias oriundas de países estrangeiros e que possuem  grande experiência em construções massivas de habitações (China, Rússia, Irã, Turquia, Bielorússia, Cuba) e no Brasil isso não ocorre. Com tais consultorias a Venezuela encontrou novas soluções para construção de habitações e com isso está implantando grandes aglomerados urbanos, construindo novas cidades, sendo que algumas contarão com dezenas de milhares de habitações e que poderão ser construídas em pouco tempo. A QUINTA é no que ser refere ao tempo de construção – na Venezuela foram construídas quinhentas mil habitações em 18 meses e no Brasil devido as suas práticas tradicionais relacionadas com a mobilização de empresas privadas de construção isso não foi conseguido. A SEXTArefere-se aos tipos e habitações, na Venezuela elas devem possuir no mínimo 72 m2 de área construída, ter dois ou três quartos, dois banheiros, sala e cozinha e quarto de despejo e podem estar na forma de casa ou de apartamento (edifícios de vários pisos) – e o que é importante são entregues com mobiliários vinculados a linha branca ou marrom. No Brasil as habitações eminentemente populares  possuem menos área construída e muitas são tão diminutas que parecem casas de pombas...A SÉTIMA refere-se aos custos das habitações, na Venezuela a media esta sendo 30 mil dólares para  habitações/tipo de boa qualidade e com área construída de no mínimo 72 m2 e no Brasil dificilmente se constrói habitações de boa qualidade e com mesma área com os preços conseguidos na Venezuela.(equivalente a 72 mil reais);  OITAVA refere-se   que na Venezuela o processo de construção de habitações utiliza-se de métodos socialistas e no Brasil de métodos capitalistas. A diferença entre um é outro é brutal e que pode ser comparado na prática, bastando para isso realizarem-se visitas aos respectivos países e nas áreas onde as construções estão sendo realizadas. As diferenças ficarão  então mais explicitas..... O Brasil presta também assessoria á Venezuela relacionada ao Programa de Habitação, através da Caixa e que tem sido útil – mas devido a opção socialista que a Venezuela adota nas construções,  o Programa de Habitação adotado na Venezuela segue caminhos próprios. Abs. Jacob David Blinder
Construção/tipo casa da Gran Misión Vivienda Venezuela
 

Construção/tipo de edificio de apartamentos da Gran Misión Vivienda Venezuela
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário