Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?

Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?
LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA KIT COLETA Todo cidadão/cidadã pode buscar voluntariamente as assinaturas para o projeto. Disponibilizamos abaixo um kit com o material necessário para o diálogo nas ruas.

Seguidores

#naovaitergolpe

#naovaitergolpe
Acesse Frente Brasil Popular

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Hernando Calvo: "Chantagens e ameaças convencem de que estamos no caminho certo" --- Alemanha: Com a Merkel-inflação, o vuvo-vuco é mais caro --- Dilma na ONU: "Petulante!", "Irreverente!", "Audácia do bofe!" --- Conversa Afiada do Cafezinho: The Economist plagia Miriam Leitão, a rainha das conjunções adversativas



Tirinhas extraídas de Fottus e Blog HB 2B
_______________________________________________________________________________


Entrevista enviada a esta nossa Agência Assaz Atroz (PressAA) pelo entrevistado: Hernando Calvo Ospina, periodista colombiano residente na Europa, autor de vários livros publicados, entre os quais se destacam: Salsa, Don Pablo Escobar, Peru: los senderos posibles e Bacardí: la guerra oculta.

Contra a Tortura, a esperança


HERNANDO CALVO OSPINA 
ENTREVISTADO POR SALVADOR LÓPEZ ARNAL *
Sábado 21 setembro de 2013  
(Foto:. Hernando na célula, o primeiro dia na prisão, após 12 dias de tortura Quito, sábado 5 de outubro, 1985)

Não há muitos meses atrás a notícia de que apareceu um avião da Air France durante o voo, foi proibida de sobrevoar o território dos EUA, porque transportando entre seus passageiros, o escritor Hernando Calvo Ospina. É este é um perigoso terrorista?É a sua caneta uma arma de destruição em massa? Você tem que rir para manter lamentar. Antes de tal absurdo, Calvo Ospina tinha sido submetido a detenção ilegal, tortura e desaparecimento. Ele diz em seu livro mais recente, Cale a boca e respirar.


Hernando Calvo Ospina é jornalista e escritor colombiano, que vive em Paris e é um contribuinte para o Le Monde Diplomatique. Ele era um estudante de jornalismo no Equador, onde ele foi preso, torturado e preso em 1985. Enviado para o Peru, cujo governo declarou persona "non grata", foi organizada pela França. Pouco se sabe sobre as razões da sua prisão ou os detalhes do que viveu posteriormente. Hernando acaba de publicar (Ediciones El Viejo Topo), o livro "Paz e Breathe" um relato literário de seu seqüestro, tortura e prisão em Quito. Uma obra que levou 28 anos escrevendo e agora vem à tona que os promotores do Equador concorda que havia um grupo paramilitar, a SIC-10, que avançou guerra suja Febres Cordero do governo. Os crimes atribuídos a ele são puníveis pelo direito internacional como "crimes contra a humanidade" e não prescrever.

Por "Cale a boca e respirar"? Quem deveria calar a boca, que deve respirar?

Em muitos momentos da vida é melhor ficar calado e respirar que estamos prestes a explodir de raiva do que outros que produzem. No caso do livro, era necessário manter-se em silêncio diante das perguntas que eu tinha o torturador, e tomar um fôlego para suportar. Além disso, e na prisão, foi essencial para viver entre a violência ea miséria humana. Em qualquer prisão do mundo é indispensável "não sabe nada" do que você ver ou ouvir, e respirar como plantas.

O que é "Cale a boca e respirar"? A autobiográfico? A denúncia de tortura? A aventura trágica com um final feliz? Uma canção de amor e amizade e resistência?

O mais recente! Mas não no canto, mas em homenagem. Eu também queria ter as experiências e reflexões que podem servir os jovens lutadores de hoje. São letras que exalam parcelas. É porque poucos sabem, ou se esqueceu, que está tramando, que bela ciência necessária para o avanço da luta política no caminho para a mudança social. O livro também é uma homenagem ao otimismo.

Vamos fazer um resumo do conteúdo do livro? Por que ele foi preso?Quantos anos você tinha? Quem foi preso? Onde foi torturado? Onde foi transferido? Como você levá-los a liberá-lo eventualmente?

O livro tem duas partes. No narrado pela primeira vez a prisão, desaparecimento e tortura nas mãos de policiais equatorianos. O segundo é a duração de três meses na prisão em Quito. Eles são muito diferentes e não apenas para a situação vivenciada. Eu parei, porque acreditava-se que os guerrilheiros ativos em, quando na verdade ele fazia parte da coordenação de um grupo de solidariedade com as lutas do povo colombiano, chamado colombiano Studies Center, Cesco. Ele também era o chefe de sua revista "O Berraquera". Tudo o que fez foi público. Mas houve uma caça às bruxas contra os colombianos que tiveram qualquer atividade política devido a um seqüestro que guerrilheiros realizado Equador e Colômbia, na cidade de Guayaquil. Liderando a operação de resgate foi um "especialista" do Grupo de Operações Especiais da Polícia (GEO) enviado pelo "socialista" Felipe Gonzalez, como o ultraconservador, fascista colaboração presidente Leon Febres Cordero Equador. Ninguém foi deixado vivo, nem seqüestrado.

Depois de três meses de prisão, e quando tivemos uma lista de vazamento, o governo concordou em nos libertar, mas para um outro país. É que a pressão internacional foi ótimo. E assim chegamos a Lima. Em decisão Peru Alan Garcia, que dois meses depois que declarou "persona non grata". No terceiro mês estávamos em Paris.

Passe-lhe o seu livro de "Ana" e sua Paula Andrea, sua filha. Também os seus pais, Elvia e Nabor, e seus irmãos Amparo e Rodolfo. Como eles viveram o processo? Deixe-me um comentário: páginas dedicadas a seus pais são, na minha opinião, entre os melhores de seu magnífico livro.

É a primeira vez que me perguntam sobre isso publicamente. E eu vou responder que merece. Eu chorei escrevendo aquelas partes onde eu menciono "Ana" e os meus pais. Ao digitar a serra cheia de dor, angústia e olhando para mim naqueles dias eu estava "em falta". Ser "desaparecido" é horrível para a família, porque é como se estivesse morto, mas sempre esperei que um começa a tocar a porta. Meu pai sabia que eu estava "envolvido na política". Disseram-me que durante o meu "desaparecimento" e prisão, ele foi para o quintal e abraçando uma árvore de manga que era minha (meu irmão tinha outro) e orou.Foi um tremendo golpe para ele. Aquele que assumiu a liderança da situação era a minha mãe. E é com ela e na prisão onde eu aprendi o valor, a força, a coragem das mulheres. Eles vão enfrentar a dor, os problemas, e é um guerreiro quando eu tocar o amado.

Além disso, por sinal, tem uma memória, no capítulo sobre "Obrigado" para a CIA e os serviços de colombianos aplicação da lei e de outros países. Não é muito generoso?

O que eu digo é: "E por que não, para a Agência Central de Inteligência, CIA, a colombiana serviços policiais e de outros países, porque as tentativas de chantagem e ameaças seguiram-me convencido de que o caminho que você tomou está correto ". É uma realidade. Mas também, eu não passar horas ou dias para serem criminosos para insultar. Não. Eu prefiro saber. Reconheça a sua capacidade de fazer o mal (que são muitos) e não tive nenhum problema de sentar para conversar com alguns deles, e até mesmo para beber vinho por várias horas. Eu aprendi muito, não acha. Mas isso sempre foi claro que todo mundo é em uma costa, as praias distantes, mas também porque nós sonhamos e luta pela vida, a alegria, o bem-estar de todos, a começar com as crianças. Eles não. Eles só sabem roubar e matar, sob qualquer pretexto. Para eles, a maior parte da humanidade é descartável. Ainda não quero ter ódio, embora bem merecedor, mas o ódio cega. E nós precisamos manter nossos olhos abertos para atendê-las. Para mim, eles são perigosos doentes mentais.

Em algumas páginas do livro no 51, por exemplo, fala do papel da Mossad na instrução dos torturadores. Você pode nos dar alguma informação sobre este ponto? O que o Mossad em latitudes tão longe de seu país de origem?

O Mossad está presente abaixo as pedras deste mundo. Nestes dias, está processando o ex-ditador guatemalteco Rios Montt por crimes contra a humanidade, mas ninguém se lembra o papel desempenhado pelo Mossad em torturadores de treinamento. Ele também parece ter esquecido que o Mossad tem no computador depois de milhares de pessoas foram mortas pelas forças repressivas do país. A presença Mossad na Colômbia é muito forte, e, portanto, responsável por milhares de crimes contra o movimento popular e da guerrilha.É um muito coordenada com a CIA.

Por que você acha que um torturador agindo como um? Por que odeio? Por convicção ideológica? Por desumanidade? Por necessidade financeira?

O torturador é o menor elo da cadeia e repressão desprezível de um Estado.Pode ser uma pessoa que não era amado como um filho, que é ensinado para desafogar seus instintos machucando. Por um salário miserável defende os interesses daqueles que não se sujar com este "trabalho". Eles foram ensinados, e eu acredito fervorosamente defesa da democracia e da fé religiosa. Eles são extremamente covarde, como em rebanho indefeso tortura alguém tentando reiniciar informações. O maior presente que você pode receber é ter em suas garras uma mulher. Há mais "macho" e cada hit que você dá para as mulheres, cada um desprezo à dignidade de que é como um orgasmo. Talvez aqueles que têm em suas casas.

Não quero tomar nenhum crédito, tanto do Antigo Pierre, mas Barbas é um dos grandes personagens de seu livro. Onde foi? Qual é na sua opinião? Você tem algum contato com ele?

Barbas era um otimista irreverente, que gostava de rir. Um homem que gostava da vida, apesar de ser em que o confinamento. Conforme o chefe da banda colombiana, tivemos na primeira manhã na prisão. A partir desse momento, os outros chefes advertiu que eram intocáveis. Isso, e sendo presos políticos, fez-nos a respeitar e admirar. E o velho Pierre ... Bem, ele era um caso especial, que ele estava vivendo uma muito ilógico. Barbas fugiu poucos meses depois de nossa partida ", tem" o dinheiro necessário para pagar o juiz que libertou Pierre e os outros dois da Band. Eu não tenho contato com eles, apesar de eu ter conhecido de suas vidas loucas.

Capítulo XXI, Parte II: "Algumas horas mais tarde, quando eu vi o rosto jovem, inocente da minha filha, eu entendi o que ele havia testemunhado." O que eu tinha testemunhado foi uma cadeia de estuprar um estuprador de crianças. O que deve ser entendido aqui a palavra "compreender"?

A lei universal da prisão é "ver, ouvir e rua." A outra lei não escrita é que cada estuprador de crianças devem ser estupradas e / ou mortas. E os guardas facilitar regularmente esse tipo de "vingança social." Eu, depois de ter testemunhado o estupro, o estuprador tinha uma visita de minha filha de um ano e meio. Vendo seu rosto inocente e indefeso compreendeu a ira dos presos: eles estão presos sem poder para proteger seus filhos ou parentes. Se e abuso de uma mulher adulta é muito grave ...

Como você se sente quando alguém saiu da prisão e gritou: "Guerrilheiros não nos esqueçamos"? Esqueceram-se? Habita-los? Seu esquecimento?

Primeiro, eles nos deram um título, os guerrilheiros, que não o merecem, mas nós estávamos acostumados a serem bem tratados. Essa frase e outras demonstrações de afeto nos fez os olhos de água. Saímos de lá com os seres que vivem nos ensinou muitos discursos sobre a esquerda são: discursos e boas intenções. Em três meses eu aprendi o que ler grandes tratados e discursos de alguns líderes do "lumpen", os "escória da sociedade", "miséria humana" e sobre os pobres ea pobreza são ambos vazios.

By the way, se você ainda gosta tanto o molho?

Eu amo isso. É parte da minha energia diária. Eu ainda tenho as fitas e discos que eu comprei em Quito, e eu levei para a cadeia. As mesmas pessoas que foram para Lima, e multiplicaram-se. A mesma música que ocuparam a maior parte da minha bagagem na chegada, na França. A dança em si tem diminuído consideravelmente, e não pela idade, pois as pernas são rapidamente. A certas pessoas não gostam do que uma queixa, em seus escritos, e podem ocorrer "acidentes" que aparece como lutas. Mas o molho, o real, é a vida, a energia, cheira a bateria, uma aldeia e otimismo.

*López Arnal é professor, jornalista e editor. Entrevista publicada na revista El Viejo Topo , Barcelona, ​​Setembro de 2013. www.elviejotopo.com/

[Texto transladado para o português por tradutor online. Para ler o original em espanhol (recomendado), clique no título]

(re)Leia também...

Sábado, 10 de agosto de 2013

____________________________________________

Link extraído da página inicial do blog do Hernando Calvo Ospina: Campanha...


Ajude a Limpar Nossa Política. Assine Agora pra Mudar Já pra 2014.


(Para participar, clique no título da campanha)

Wiki-PressAA:

O Primeiro desafio jurídico da Ficha Limpa

O primeiro grande desafio ou teste de validade jurídica da Lei da Ficha Limpa para as eleições ocorreu no Tribunal Superior Eleitoral, sob o comando do Ministro Ricardo Lewandowski, nas Eleições Gerais de 2010. Por seis votos a um, vencido o Ministro Marco Aurélio, o TSE aplicou a lei nas Eleições6 . Lewandowski tomou a frente na defesa da Lei da Ficha Limpa e usou o poder de presidente do TSE para visitar todos os Tribunais Regionais Eleitorais do país para pedir a aplicação da lei.
Em visita ao TRE do Ceará, em 29 de julho de 2010, o então Presidente do Tribunal Superior Eleitoral afirmou que
Cquote1.svgO TSE orienta todos os TREs que adotem a Ficha Limpa já este ano. Essa é a orientação do TSE, porque nós afastamos o artigo 16 da Constituição que trata do princípio da anualidade, que é aquele dispositivo que diz que toda lei que implique alteração no processo eleitoral só entra em vigor um ano depois. Mas nós dissemos que isso não se aplica porque não houve uma alteração no processo eleitoralCquote2.svg
Essa orientação foi fundamental para que o Tribunais Regionais Eleitorais e juízes de todo Brasil estivessem seguros com a orientação do TSE e aplicasse a Lei da Ficha Limpa nas eleições8 .
Cquote1.svgAo aprovar a Lei da Ficha Limpa, o legislador buscou proteger a probidade administrativa, a moralidade para o exercício do mandato e a normalidade e legitimidade das eleições. Quando estabeleceu novas hipóteses de inelegibilidade, a Lei Complementar 135/10 apenas cumpriu comando previsto na Constituição, que fixou a obrigação de considerar a vida pregressa dos candidatos para que se permita ou não a sua candidaturaCquote2.svg
Essas são algumas das observações do presidente do Tribunal Superior Eleitoral e ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, em seu voto de 36 páginas, nas quais defende que a Lei da Ficha Limpa se aplica já para as eleições de 2010 e deve surtir efeitos sobre candidatos condenados ou que renunciaram para escapar da cassação, mesmo antes de as novas regras entrarem em vigor 10 .
Para Lewandowski, a Lei da Ficha Limpa coloca "filtro" na política brasileira 11
_____________________________________________________________

Recebido por e-mail da redecastorphoto:

O NOVO PROCURADOR GERAL DA REPÚBLICA PODERIA CHAMAR DE MÁ FÉ CRIMINOSA A ATITUDE PARCIAL E PARTIDÁRIA DA GESTÃO GURGEL
Denúncia sobre o andamento do inquérito 3530 do STF

EM UM DE SEUS ÚLTIMOS ATOS, GURGEL DEU PARECER FAVORÁVEL AO ARQUIVAMENTO, POR FALTA DE PROVAS, NO QUE DIZ RESPEITO A EDUARDO AZEREDO, NO INQUÉRITO 3530 DO STF. ENTRETANTO, A DOCUMENTAÇÃO COMPROBATÓRIA, ANEXADA AO PROCESSO, JAMAIS FOI INVESTIGADA OU SEQUER PERICIADA, CARACTERIZANDO NEGLIGÊNCIA E OMISSÃO NO CUMPRIMENTO DA OBRIGAÇÃO DE INVESTIGAR, APURAR E DENUNCIAR EVENTUAIS CRIMES. A POLÍCIA FEDERAL E O INSTITUTO NACIONAL DE CRIMINALÍSTICA NUNCA FORAM ACIONADOS, POR GURGEL, PARA INVESTIGAR OU PERICIAR AS PROVAS APRESENTADAS PELAS VÍTIMAS. 

O INQUÉRITO VISAVA APURAR AS ATIVIDADES DE UM GRUPO CRIMINOSO, SUPOSTAMENTE COMANDADO PELO EX-GOVERNADOR MINEIRO, DENUNCIADO PELO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS. 

AS SUPOSTAS PRÁTICAS CRIMINOSAS TERIAM POR FINALIDADE ENCOBRIR CORRUPÇÃO POLÍTICA, INCLUINDO SUBORNO DE AUTORIDADES JUDICIAIS E POLICIAIS, VISANDO INTIMIDAR E PERSEGUIR ADVERSÁRIOS POLÍTICOS. A DOCUMENTAÇÃO COMPROBATÓRIA, ANEXADA AO PROCESSO, JAMAIS FOI INVESTIGADA OU SEQUER PERICIADA, CARACTERIZANDO NEGLIGÊNCIA E OMISSÃO NO CUMPRIMENTO DA OBRIGAÇÃO DE INVESTIGAR, APURAR E DENUNCIAR EVENTUAIS CRIMES.


Portal Title
  PGR

Novo procurador critica 'autismo' e falta de transparência da gestão Gurgel

Sobre 'Mensalão Tucano', engavetado pelo antecessor, Rodrigo Janot diz que trabalhará para evitar prescrições de penas
por Redação RBA publicado 21/09/2013 11:30, última modificação 21/09/2013 11:37
©SÉRGIO LIMA/FOLHAPRESS
rodrigo janot
Para Janot, Procuradoria Geral da República deve dialogar mais com outros poderes

São Paulo – Em entrevista concedida aos repórteres Felipe Recondo e Andreza Matais, para o jornal O Estado de S. Paulo, o novo Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, deixou claro que está disposto a imprimir ao Ministério Público Federal um ritmo menos partidarizado e mais transparente do que seu antecessor no cargo, Roberto Gurgel. Ele critica o “autismo” que tomou conta do órgão não gestão passado, devido ao que ele chama de falta de diálogo com os demais poderes, e se recusou a classificar o chamado mensalão como “maior escândalo de corrupção da História do Brasil” – como fazia Gurgel. Para Janot, “toda corrupção é ruim”. O importante a destacar, segundo o novo procurador,  é que houve investigação e julgamento, o que contrasta com a ideia de suposta impunidade. Perguntado se vai acelerar o processo que tratada do chamado Mensalão Tucano, que ocorreu em Minas Gerais nos governos Fernando Henrique Cardoso e Eduardo Azeredo, ambos do PSDB, Janot respondeu: “Pau que dá em Chico dá em Francisco”. Abaixo a íntegra da entrevista publicada:
(Para ler a entrevista, clique AQUI)

_______________________________________________________________________________


Antigo apartamento de Merkel alugado por 55 euros por noite

Berlim | 25/09/2013

"Agora todo mundo pode alugar o apartamento de estudante da jovem Angela Merkel", publica jornal Bild

Angela Merkel

Angela Merkel: chanceler morou no apartamento calmo e iluminado no bairro central de Prenzlauer Berga partir de 1986, quando tinha cerca de 30 anos
O apartamento de dois quartos no qual Angela Merkel morou em Berlim Oriental quatro anos até a queda do Muro em 1989 está sendo alugado por 55 euros por noite através do site Airbnb.
"Agora todo mundo pode alugar o apartamento de estudante da jovem Angela Merkel", publicou nesta quarta-feira o jornal Bild, que dedicou uma página inteira à informação acompanhada de fotos do apartamento.
O anúncio, postado no site da imobiliária Lene, vende o produto como "Viva como a chanceler" (http://www.airbnb.de/rooms/1363187).
"Era muito simpática e sempre disposta a ajudar", recordam seus então vizinhos, Peter e Claudia Winter, citados pelo Bild.
Merkel morou neste apartamento calmo e iluminado no bairro central de Prenzlauer Berga partir de 1986, quando tinha cerca de 30 anos e acabara de concluir seu doutorado em física, depois de se divorciar de um primeiro marido.
A chanceler recebia frequentemente a visita do professor de química Joachim Sauer, com quem se casou em 1998.

______________________________________________________________________________________________________

De...
Boletim de Atualização - Nº 311 - 25/9/2013

...para a PressAA...

Imagem inline 1

Como a sociedade civil participou da construção do discurso na ONU. Quem ameaça, no Brasil, liberdade na internet, que presidente defendeu. Por Antonio Martins (Outras Palavras)

Pesquisa revela: produzidos por homens ricos, anúncios brasileiros não enxergaram nova auto-estima feminina e estão tornando-se, além de preconceituosos, ineficazes... Por Luciana Araújo, da Agência Patrícia Galvão (Outras Mídias)

Acostumadas a copiar modelos estrangeiros, elites brasileiras poderiam, ao menos, mirar Europa, aceitando superioridade e inovações do transporte coletivo. Por Celso Vicenzi (Outras Palavras)

O caso exemplar do Atlético Paranaense expõe a "esperta" engenharia financeira empregada para desviar recursos públicos a empreendimentos de poucos. Por Ciro Barros e Giulia Afiune, naPública (Outras Mídias)

Professor da Unicamp, formado em Alexandria, explica como militares preparam-se para reassumir plenamente poder -- impondo medo à juventude e oferecendo garantias à elite. Por Marcos Grinspum Ferraz, na revista Brasileiros (Outras Mídias)

Em busca de divisas e tecnologia, governo de Caracas amplia presença de Beijing em seus setores mineral e agrícola, além de oferecer “base sul-americana” aos chineses (A.M.(Blog)

Quando estresse e depressão tornam-se epidemia, cura cabe a indivíduos, médicos e medicamentos? Ou caberia aliviar o mal-estar da civilização? Por Maissa Bakri (Outras Palavras)

Ela não sabia, mas talvez precisasse ou quisesse afundar um pouco. Entrega e tristeza: duas obras de transformação, duas companheiras. Por Fabiane M. Borges, na coluna Fêmea (Outras Palavras)

Ao contrário do que eles alegam, vídeo animado mostra: 70% dos alimento do brasileiro e 75% dos empregos rurais são gerados pela agricultura familiar. (Outros Vídeos)

Propriedade privada: não entre

POR 
KATIA MARKO
Por que a traição nos afeta tanto? A simples possibilidade da infidelidade em um relacionamento deixa alguns desesperados que nem crianças. Outros parecem não se importar, porque criaram uma defesa que os torna mais frios e também menos abertos à entrega amorosa. De qualquer forma, quando algo que cheire a infidelidade acontece, é uma avalanche, porque sempre há uma dor muito profunda em jogo.
Esta é uma questão que até hoje causa um grande desgaste nas relações, mas também tem sido fruto de debates importantes sobre o modelo monogâmico de família. Muitas pessoas já se arriscam a viver diferente.
(...)

A realidade da maioria dos mortais é bem menos libertária ou poética e o que acontece é que um parceiro tenta dominar o outro e fazer “contratos” reais, verbais ou até mesmo acordos silenciosos para evitar esta possibilidade. Apenas esquecemos que estes contratos vão também destruindo o amor.

(...)

Quando você corta a possibilidade de exercer ou sentir atração fora do relacionamento, tem início um processo de perda da sensualidade. Para atender às expectativas inconscientes do outro, você passa a se vestir mal, a engordar e não se cuidar direito.”
Para não atrair outras pessoas, acabamos ficando não atraentes para nosso parceiro também. “Já não existe criatividade na relação, o sexo já não possui aquele fogo do início, não há mais espaço para o inusitado. Isso porque grande parte da energia dos dois está sendo reprimida em nome de um pacto de fidelidade que não é natural”, afirma Milan.
(...)
(Para ler artigo completo, clique no título)

Recebido por e-mail da lista de Hélder Câmara:

Companheiros, A cerimônia de despedida da Diva será hojequinta-feira, dia 26, no Velório da rua São Carlos do Pinhal, 376, das 8 às 15 horas. Em seguida o corpo seguirá para o Crematório de Vila Alpina.

Beijo.
Rose.

Com muita dor comunico o falecimento da companheira Diva Burnier, agora há pouco, no Hospital Geral da Lapa, a uma quadra de sua casa.

Diva estava sofrendo desde fevereiro, quando teve duas fraturas de crânio. Em julho, quando esperava colocar uma prótese na calota craniana, fraturou a bacia numa queda em casa. Fez três cirurgias para colocação e recolocação de prótese na bacia e, em seguida, teve hidrocefalia e paralisação do lado esquerdo. Depois de mais de 20 dias internada na Beneficência Portuguesa, finalmente, após pressão da família e dos amigos, lhe colocaram uma válvula para drenar o líquido. Estava em casa ha uma semana. Hoje não resistiu.

Não sabemos ainda sobre as cerimônias para a despedida da nossa doce Diva. Clauset me disse que agora que Luís está providenciando e que ela será cremada, como era sua vontade. Assim que tiver mais notícias já informo a todos.

Diva militou na ALN. Foi presa no final de 1969 ou início de 1970. Foi muito valente no Doi-Codi e no quartel do Ibirapuera. Ficou depois em prisão preventiva no presídio Tiradentes e respondeu a processo na Auditoria Militar. Na ALN, era ligada a Virgílio Gomes da Silva, o nosso Jonas, de quem foi também amiga.

Diva e eu nos considerávamos irmãs. Temos em comum nosso ex-marido, Luiz Roberto Clauset, com quem tenho um filho, o Cacá, e ela tem dois, o Luizinho e o Felipe. Antes, no primeiro casamento, Diva foi casada com o Pacu - também um grande companheiro - com quem teve João, seu filho mais velho. Formamos todos uma família expandida. Estamos desolados.

Um beijo.
Rose.

_______________________________________________________________________________

Recebido por e-mail do nosso correspondente Albino Correia, sargento reformado da Gloriosa:

BLOG DO CLAUDIO HUMBERTO
Brasilia - DF
21/07/2013

  • Esse era o lema dos pilotos da Força Expedicionária Brasileira durante a II Guerra Mundial ao estabelecer recorde destruindo 1,3 mil veículos, 250 composições de trem, 25 pontes e 85% da munição alemã.

  • É o que merecem políticos desavergonhados que utilizam aviões das Forças Armadas Brasileiras (FAB), que conquistou respeito mundial, para ir a jogos de futebol, casamentos ou para passear com cães.

  • PressAA: Amostra grátis de uso "desavergonhado" de aviões, veículos, residências funcionais... 

    O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), pagou R$ 9,7 mil depois de o jornal Folha de S. Paulo revelar que deu carona a parentes em viagem de Natal ao Rio de Janeiro, na qual assistiram à final da Copa das Confederações e fizeram passeios. Primo do deputado, o ministro da Previdência, Garibaldi Alves (PMDB-RN), também voou à capital fluminense para ver o jogo e restituiu R$ 2.545 aos cofres públicos. Já o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que foi de Maceió a Trancoso (BA) para a festa de casamento do senador Eduardo Braga (PMDB-AM), desembolsou R$ 32 mil, depois de revelada a viagem.

    Amostra grátis de Claudiuns Humbertus:

    É isso aí, o senador Renan Calheiros, hoje na ala do PMDB pró-governo Dilma, é, para Claudio Humberto, um político desavergonhado, diferentemente dos tempos em que Renan era ministro da Justiça de Collor de Mello e ele, CH, exercia as funções de porta-voz do governo.


    E Claudio Humberto tem o que na cabeça?

    Para saber, pode-se começar lendo...

    Cláudio Humberto, o jornalista mais imbecil do mundo [Exagero, claro! Ele não tá com essa bola toda... Cláudio Humberto pode até ser um imbecil, mas, apesar de não duvidarmos muito, podemos acreditar (?) que, na época em que ele era porta-voz do Collor, não faz uso indevido (legal ou moralmente) de qualquer benefício que o cargo confere...]

    _______________________________________________________________________________

    Do nosso colaborador-correspondente Raul Longo, via rede do Hélder Câmara:

    from: Raul Longo
     OBSERVE AS MANCHETES INTERNACIONAIS E DESCUBRA EM QUAL PAÍS A IMPRENSA NÃO GOSTA DA PRESIDENTA DO BRASIL
    (depois responda qual a publicação mais desimportante)

    Jornais internacionais destacam ataque ‘feroz’ de Dilma à espionagem dos EUA
    inShare

     

    A presidenta Dilma Rousseff fez um ataque “feroz” à espionagem da Agência Nacional de Segurança (NSA) dos Estados Unidos em seu discurso na abertura da Assembleia Geral da ONU, na avaliação do jornal britânico Guardian.
    Em seu discurso nesta terça-feira, Dilma afirmou que as ações da NSA, que teriam incluído a espionagem direta das comunicações da presidente brasileira e da Petrobras, representam uma violação dos direitos humanos e um desrespeito às soberanias nacionais.
    As revelações sobre a espionagem da NSA foram feitas pelo jornalista americano radicado no Rio de Janeiro Glenn Greenwald, com base em documentos vazados pelo ex-analista da NSA Edward Snowden.
    Para o Guardian, jornal que publicou as primeiras revelações do escândalo de espionagem da NSA, o discurso “bravo” de Dilma “foi um desafio direto ao presidente Barack Obama, que estava esperando ao lado para pronunciar seu próprio discurso à Assembleia Geral da ONU”.
    O diário avalia que a fala de Dilma “representou a reação diplomática de mais alto nível até agora” às revelações feitas por Snowden e lembra que Dilma já havia adiado sua visita de Estado aos Estados Unidos, prevista inicialmente para o mês que vem, por conta do escândalo.

    O discurso também ganhou espaço no americano The New York Times, que classificou a fala da presidente brasileira de “denúncia quente” contra os Estados Unidos sobre as ações da NSA.


    “Obama tomou nota das queixas, dizendo que os Estados Unidos estão repensando suas atividades de vigilância como parte de uma reavaliação mais ampla que incluía a restrição do uso de drones e a transferência de prisioneiros da prisão da Baía de Guantánamo, em Cuba, e finalmente o seu fechamento”, diz o jornal.

    Outro jornal americano, o Washington Post, afirma que Dilma proferiu uma “reprimenda pungente” da espionagem eletrônica feita pela NSA.

    O diário espanhol El País disse que Dilma se mostrou “taxativa na hora de denunciar a espionagem internacional”.
    Saiba Mais: BBC


    ___________________________________________________________

    Quando já íamos fechando esta edição, conferimos as últimas mensagens no nosso telex e verificamos que um dos nossos correspondentes estava indicando artigo de Miguel do Cafezinho, reproduzido no Conversa Afiada:


    Publicado em 26/09/2013

    RESPOSTA AO ATAQUE 
    DA ECONOMIST AO BRASIL

    A Economist, que sempre foi conservadora, deu uma guinada à direita ainda mais forte nos últimos tempos.

    RESPOSTA AO ATAQUE DA ECONOMIST AO BRASIL



    Parece até brincadeira, mas a menos que seja uma barriga gigante do UOL, a próxima capa da Economist representará um ataque frontal ao Brasil. A mídia tupi, que sempre escondeu os inúmeros elogios que o governo recebeu da mídia estrangeira, nos últimos dez anos, agora poderá fazer o contrário. Jornal Nacional, Fantástico, capas, a diatribe da revista britânica com certeza vai ganhar destaque em todos os meios.


    Então eu voltei lá na Economist, para ver o que tinha mudado. E deparei com o artigo principal da última edição, O Ocidente Enfraquecido, um ridículo, desorientado e desonesto libelo em favor de mais intervenções militares norte-americanas no Oriente Médio, a começar pela Síria.

    A Economist, que sempre foi conservadora, deu uma guinada à direita ainda mais forte nos últimos tempos. E deu fim à lua de mel com países em desenvolvimento.

    Não é tão difícil entender, contudo. Segundo dados do Banco Mundial, o fluxo crescente de investimentos estrangeiros diretos para o Brasil  desvia verbas que, até então, iam apenas para as grandes potências ocidentais, a começar por EUA e Reino Unido.

    Confiram o gráfico abaixo. Observem que o Reino Unido, pátria-mãe da Economist, sofreu violenta queda de seus investimentos produtivos, e agora recebe menos dinheiro que o Brasil. Ou seja, a Economist pode resmungar à vontade. Na hora de botar a mão no bolso e investir, o mundo prefere o Brasil.

    Aliás, esse é um fator para o qual devemos olhar sempre, porque a crise financeira do mundo desenvolvido está forçando seus governos a adotarem medidas algo drásticas para interromperem o fluxo de recursos para países emergentes, como o Brasil.  Com o poder que eles detêm sobre a informação, há sempre o risco de incitarem desordens aqui com objetivo de fazer os investidores desistirem do Brasil e voltarem a aplicar nas praças tradicionais, como Londres e Nova York.

    Segundo a consultoria ATKearney, que há anos produz um índice de investimento estrangeiro direto (em inglês, FDI, Foreign Direct Investment), o Brasil subiu várias posições nos últimos anos, e hoje está em terceiro lugar no ranking global, atrás apenas de EUA e China. A Inglaterra, por sua vez, tem perdido pontos, e está hoje em oitavo lugar, após décadas entre os três primeiros.
    (Para ler a análise completa do Miguel do Rosário, clique no título)
    __________________________________________________
    Ilustração: AIPC – Atrocious International Piracy of Cartoons
    _________________________________________________

    PressAA

    --

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário