Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?

Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?
LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA KIT COLETA Todo cidadão/cidadã pode buscar voluntariamente as assinaturas para o projeto. Disponibilizamos abaixo um kit com o material necessário para o diálogo nas ruas. Clique na imagem acima.

Seguidores

#naovaitergolpe

#naovaitergolpe
Acesse Frente Brasil Popular

quinta-feira, 2 de maio de 2013

"GUANTÁNAMO NÃO É O QUE SOMOS"

Ao publicar este artigo abaixo, reitero minha declaração anterior de amor por Fernanda Maria Weichert Pinheiro, ou Fernanda Tardin e a disposição de qualquer sacrifício para tê-la de volta.

Laerte Braga






“GUANTÁMO NÃO É O QUE SOMOS”


Laerte Braga


Barack Obama decidiu que é necessário fechar o campo de concentração de Guantánamo, pois segundo ele não é possível manter prisioneiros por 10 anos sem provas e sem julgamentos. Perto de 166 presos estão sem greve de fome e sendo alimentados à força em método considerado desumano e cruel por entidades internacionais, dentre elas norte-americanas, de direitos humanos.

E entre elas o Alto Comissariado dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas que afirmou na quarta-feira “que nunca é aceitável alimentar ninguém a força”. Os prisioneiros têm sido alimentados sob coação e tortura física segundo as denúncias chegadas a ONU.

“A alimentação acompanhada de ameaças , coerção e com o recurso da força  ou da imobilização física é uma forma de tratamento desumana e degradante, foram as declarações de Rupert Colville, porta voz da alta comissária Navy Pillay, citando um documento da Associação Médica Mundial. O protesto entrou na décima segunda semana, é segundo um general dos EUA é “justo, seguro, legal e transparente.”

O presidente Barack Obama prometeu na segunda-feira reforçar os esforços para fechar a prisão militar.Na quarta-feira pediu ajudar ao Congresso, pois não “quero que nenhum prisioneiro morra”. “É necessário que compreendamos que Guantánamo não é necessária à segurança dos EUA. A ideia de manter para sempre um grupo de pessoas sem julgamento é contrária ao que somos”.

Bruno Rodriguez Parrilla, disse no Conselho de Direitos Humanos da ONU que os EUA devem fechar a base e devolver o território cubano ocupado. “Preocupa fundamentalmente o limbo jurídico que sustenta a permanente e atroz violação dos direitos humanos que transcorre na ilegal base de naval de Guantánamo”.

Segundo Parrilla e a ONU existe na base um centro de torturas onde estão detentos há dez anos.

O Alto Comissariado de Direitos Humanos das Nações Unidas acusa ainda os EUA de manter navios prisões não declarados e em alto mar, onde vários presos são torturados e submetidos a tratamento vil

Guantánamo tem sido uma das dificuldades de Obama, cujo fechamento prometeu na primeira de suas campanhas eleitorais. Esbarrou no fato que o ex-presidente George Bush privatizou boa parte dos serviços da base e as empresas que operam esses serviços da base resistem a quebra de contratos que rendem milhões de dólares mensais.

Em seus quatro primeiros anos de governo Obama só conseguiu reverter cerca de 7% desses contratos. Esbarrou na oposição republicana, na síndrome do terrorismo alimentada nos EUA como sendo um ataque devastador e imediato e no poder das empresas e seus lobbies junto ao Congresso e mídia dos EUA.

Quer queira ou não a base de Guantánamo é um espinho de peixe na garganta de Barack Obama, mesmo quando brinca com as franjas de sua mulher Michele Obama.






Nenhum comentário:

Postar um comentário