Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?

Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?
LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA KIT COLETA Todo cidadão/cidadã pode buscar voluntariamente as assinaturas para o projeto. Disponibilizamos abaixo um kit com o material necessário para o diálogo nas ruas. Clique na imagem acima.

Seguidores

#naovaitergolpe

#naovaitergolpe
Acesse Frente Brasil Popular

sábado, 22 de dezembro de 2012

"O STF faz história"


De: Silvio Pinheiro 


"O STF faz história"
 
Em chamada de primeira página para seu editorial
de hoje intitulado "O STF faz história", que não
reproduzo para não divulgá-lo, o "jornal" O Estado
de S. Paulo afirma que "o julgamento do mensalão
abre para o País a perspectiva de significativo avanço
institucional".
 
Trata-se de uma afirmação leviana e infame, para se
dizer o mínimo.
 
Que avanço seria esse partindo de um tribunal tido
como o guardião da Constituição, mas que no caso da
ação penal 470 tratou a Carta Maior da Nação como letra
morta, num espetáculo dantesco de afronta às suas disposições
de violações dos direitos nela consagrados?
 
Que avanços seriam esses partindo de um tribunal
presidido hoje por quem já é conhecido por "Joaquim
Torquemada", alusão direta ao inquisidor-geral
espanhol responsável pelos julgamentos sumários que
levaram à condenação e à morte na fogueira de mais
de 2000 de suas vítimas? .
 
O autor desse editorial acredita no que escreve, ou
só está garantindo o vale-refeição que recebe de seus
patrões?
 
O "jornal" O Estado de S. Paulo sofreu bastante durante
a ditadura iniciada no golpe de 1º de abril de 1964.
 
Hoje avaliza, elogia e considera como avanços
institucionais as arbitrariedades cometidas pelo STF
nessa sucessão de desavergonhados julgamentos
políticos, comuns durante a ditadura, que não só
desmoralizam seus ministros, mas, principalmente,
fazem cair as máscaras dos falsos democratas.
 
---
Silvio de Barros Pinheiro.
Santos.SP.
 

Enviado por Silvio Pinheiro e Rede Casthor

Nenhum comentário:

Postar um comentário