Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?

Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?
LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA KIT COLETA Todo cidadão/cidadã pode buscar voluntariamente as assinaturas para o projeto. Disponibilizamos abaixo um kit com o material necessário para o diálogo nas ruas.

Seguidores

#naovaitergolpe

#naovaitergolpe
Acesse Frente Brasil Popular

domingo, 8 de abril de 2012

MANIFESTO DOS ENGENHEIROS PELA VERDADE

Engenheiros Pela Verdade

Certos de que a Comissão da Verdade fortalece a democracia, engenheiros das principais entidades de classe lançaram no final de março o "Manifesto dos Engenheiros pela Comissão da Verdade". Através do documento, engenheiros de todo o país somam suas forças e apoiam a pronta indicação dos nomes daqueles que irão apurar os crimes contra os direitos humanos cometidos durante a ditadura no Brasil.
Autorize a inclusão do seu nome no manifesto pelo email: manifestodosengenheiros@gmail.com
MANIFESTO DOS ENGENHEIROS COMISSÃO DA VERDADE
01 – Nós, Engenheiros, consideramos que o funcionamento da Comissão da Verdade não ignora nem conflita com a Lei da Anistia e tampouco significa qualquer revanchismo. Pelo contrário, são complementares. Por um lado, faz avançar a construção da Democracia em nosso País, pois ilumina e areja o passado, buscando conhecer e compreender um período importante de nossa história. Por outro, pode esclarecer paradeiros e destinos de entes queridos, que muitas famílias até hoje desconhecem.
02 – Além disso, ele fortalece as Forças Armadas, permitindo que as novas gerações da hierarquia militar não se solidarizem com processos política e moralmente distorcidos, nem se reconheçam capazes de praticar ações espúrias e hediondas que só desonram e envergonham suas organizações. Esse fortalecimento, da Democracia brasileira e de nossas Forças Armadas, é imprescindível ao enfrentamento dos desafios que se nos apresentam neste início do Século XXI.
03 – De fato, necessitamos construir, nas próximas décadas, uma grande Nação democrática em que a iniqüidade seja superada e todos que aqui vivam tenham plena capacidade de exercer sua cidadania, onde a paz social e a segurança pública sejam alcançadas e o desenvolvimento sustentável e sustentado encontre seu curso. Uma Nação respeitada e um Estado plenamente soberano, com os meios necessários à garantia da segurança de suas fronteiras, de seus mares, de seu espaço aéreo e de suas infra-estruturas críticas, contra ameaças transnacionais difusas, que seja capaz de dissuadir qualquer Estado imperialista que pretenda limitar a autodeterminação, a segurança econômica, o desenvolvimento, a cultura, a dimensão territorial e a Unidade Nacional de nosso País.
04 - Nenhum país desenvolvido respeita o país que não olha pelos seus pobres, nenhum! ... e tampouco, respeita aquele que não olha pela sua História! Não se pode ser pacífico sem ser forte.
05 – Nós, Engenheiros, temos o direito de conhecer toda a verdade sobre o desaparecimento de muitos de nós que tombaram em defesa da democracia, como é o caso do Engenheiro Rubens Paiva.
Assinam, até o momento:

Sebastião José Martins Soares
Saturnino Braga
Agostinho Guerreiro
Fernando Celso Uchoa Cavalcanti
Francis Bogossian
Hildebrando de Araújo Góis
Manoel Lapa e Silva
Silvio Sinedino
Fernando Leite Siqueira
Pedro Francisco Almeida Castilho
Jaques Sherique
Paulo de Oliveira Lima Filho
Arnaldo Dias Cardoso Pires
Ricardo Latgé Milward Azevedo
Marlise Matosinhos Vasconcellos
Evaldo Valadão Pereira
Eduardo Konig
José Eduardo Ramalho Ortigão
Milton Jacob Mandelblatt
Alexandre Henriques leal Filho
Arciley Alves Pinheiro
Claudio Wilson Nóbrega
Sergio Antonio Torres Vieira
José Carlos de Lacerda Freire
Sérgio Augusto de Moraes
Paulo Cézar Guimarães Brandão
Fabio Machado Resende
Iara Maria Linhares Nagle
Artur Obino Neto
Olavo Cabral Ramos Filho
Luiz Fernando de Oliveira Gutman
Marcio Ellery Girão Barroso
Albino Joaquim Pimenta da Cunha
Telmo Cardoso Lustosa
Ricardo Rauen Ferreira
Luiz Carlos da Rosa Fabião
Newton Baptista Ferraz
Cesar Murilo de Macau
José Leonel Rocha Lima
Ibá dos Santos Silva
Itamar Marques da Silva Junior
Antonio Carlos Soares Pereira
Olímpio Alves dos Santos
Agamenon Rodrigues E. Oliveira
Antonio Carlos Soares Pereira
Antonio Gerson Ferreira de Carvalho
Carlos Alberto da Cruz
Clayton Guimarães do Vabo
Clovis Francisco do Nascimento Filho
Eduardo Ramos Duarte
Fernando de Carvalho Turino
Flávio Ribeiro Ramos
Francisco Parentes de Rezende Correa
Gunter de Moura Angelkorte
Jorge Antônio da Silva
Jorge Saraiva da Rocha
José Amaro Barcelos Lima
José Stelberto Porto Soares
Julio César Arruda de Carvalho
Luiz Antônio Cosenza
Lusia Maria de Oliveira
Marco Antônio Barbosa
Maria Vírginia Martins Brandão
Miguel Santos Leite Sampaio
Paulo Cesar Nayfeld Granja
Paulo Cesar Quintanilha
Jadir Baptista de Araújo
Darby Igayara
Alcebiades Fonseca
Boruch Milman
Elias Gorayeb
Otavio Maffei
Margareth Evangelista dos Santos
Mariano de Oliveira Moreira
Marcio de Almeida Pernambuco
Sérgio da Costa Velho
Patricia Perelman da Matta
Jorge Silas Lopes Domingues
Vera Ciuffo
Maria José Balbaki Fetti
Maria de Nazareth de Souza França
Márcia Cristina Luna
Newton Tadachi Takashina
Mauro Regal
José Schipper
Sérgio Antonio Abunahman
Mario Augusto Pitangueira Borges
Abilio Borges
Alexandre Mendes de Avellar
Luiz Carlos Caldeira Brandt
João Carlos Alves Nunes
Francisco Antonio Viana de Carvalho
Ayrton Brega
Ubiratan Felix
Luiz Antonio Caldani
Kleber Santos
Paulo César Rodrigues
Henrique Mendes Torres
Autorize a inclusão do seu nome no manifesto pelo email: manifestodosengenheiros@gmail.com
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário