Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?

Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?
LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA KIT COLETA Todo cidadão/cidadã pode buscar voluntariamente as assinaturas para o projeto. Disponibilizamos abaixo um kit com o material necessário para o diálogo nas ruas. Clique na imagem acima.

Seguidores

#naovaitergolpe

#naovaitergolpe
Acesse Frente Brasil Popular

domingo, 28 de novembro de 2010

CARTA DO ENCONTRO REGIONAL DE BLOGUEIROS PROGRESSISTAS DE JUIZ DE FORA E ZONA DA MATA

Aconteceu Em Juiz de Fora, nos dias 25,26 e 27 de novembro o I Encontro Regional de Blogueiros Progressistas de Juiz de Fora/Zona da Mata ( Click aqui) e deste encontro saiu a

CARTA DO ENCONTRO REGIONAL DE BLOGUEIROS PROGRESSISTAS
DE JUIZ DE FORA E ZONA DA MATA


BLOGS - A REVOLUÇÃO DA INFORMAÇÃO


CASA DA AMÉRICA LATINA - JUIZ DE FORA


Reunidos em Juiz de Fora, MG, nos dias 25, 26 e 27 de Novembro de 2010, em decorrência do I Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas, blogueiros de Juiz de Fora e Zona da Mata Mineira, em seu primeiro encontro regional, deliberam o seguinte:

- As transformações promovidas pela INTERNET em todo o processo de comunicação, perceptíveis em momentos decisivos da História de nossos dias e desde o final do século XX e esse início do século XXI, apontam para a importância dessa ferramenta como fator de transformações políticas, econômicas e sociais.

- Todas as contradições do capitalismo, em sua versão neoliberal, se mostram plenas na chamada rede mundial de computadores, numa forma de exposição de suas vísceras, permitindo que a luta popular por um mundo alternativo gere condições objetivas para a construção de um contraponto que possibilite a emergência de novas formas de comunicação social.

- Ao mesmo tempo a Internet abre perspectivas de romper barreiras da comunicação restringindo o alcance e a influência da chamada grande mídia, ou mídia privada, instrumento de dominação das elites políticas e econômicas em todos os sentidos, permitindo a construção de canais de comunicação capazes de integrar campos diferenciados das forças populares em torno de princípios e ideais comuns.

- Os blogueiros discutiram a INTERNET no plano geral, o seu caráter revolucionário e as perspectivas de criação de uma ferramenta unificadora plural, progressista e solidária, capaz de incorporar uma rede de correspondentes pelo Brasil afora, visando à socialização das informações por eles geradas, que se preste a construir um processo de informação que resulte em formação, consciência e ação, levando em conta o tempo e o espaço que vivemos no mundo, particularmente na América Latina.

- Os blogueiros deste primeiro encontro entendem que devem ser privilegiadas as informações e lutas de suas cidades, compreendendo-as como realidade imediata de cada um e parte decisiva da luta do povo brasileiro.

- A integração de forças populares dentro desse espectro e por meio dessa ferramenta, abarcando companheiros de diferentes tendências, mas unidos em torno de objetivos comuns - a defesa da revolução bolivariana, dos novos rumos de países como o Uruguai, o Paraguai, a Argentina e países da América Central, dos governos progressistas da Nicarágua e El Salvador, da importância e peso de todo o processo da revolução cubana, bem como a resistência ao golpe militar contra o governo Zelaya em Honduras e às ações contrárias ao governo Chávez - todo esse conjunto de fatores dentro do processo político mundial aponta para a busca da unidade e da solidariedade entre os povos latino-americanos, percebendo o Brasil sua importância dentro dessa realidade, privilegiando a informação em contraponto à mídia privada.

- Assumimos o compromisso de combater sem tréguas os erros, omissões e manipulações que vêm caracterizando a ação da mídia privada. Exemplo de omissão é o silêncio diante dos genocídios na Palestina, no Iraque, no Afeganistão etc. Ao mesmo tempo denunciamos o processo de criminalização dos movimentos sociais e a discriminação de governos populares, rotulados de ditatoriais, procedimento padrão dessa mídia monopolizada, que comete crimes de lesa humanidade ao estimular a violência e preconceitos diversos.

- Repudiamos de maneira veemente o projeto de lei do Senador Eduardo Azeredo, PL 84/99, considerando-o um verdadeiro “AI-5 digital”, uma vez que cerceia o direito de informação e tolhe a liberdade de expressão, assegurando o monopólio da mídia privada.

O quadro de desmantelamento da potência imperialista e a gravidade do momento vivido em todo o mundo, os riscos de ações militares, a partir da instalação de bases militares norte-americanas em vários países da América Latina, nos levam, num país como o Brasil, a deliberar que a luta na INTERNET deve agregar e juntar forças populares, mesmo que diferenciadas, num enfrentamento organizado e sistematizado, mas generoso na abrangência, provocando debate e organizando a luta, dentro e fora da INTERNET.


Juiz de Fora, 27 de Novembro de 2010.


Sobre o Encontro Escreveram
http://vinniciusmoraes.blogspot.com/2010/12/em-juiz-de-fora-blogueiros-debatem.html 
BLOG do Vinicius de Moraes -

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Em Juiz de Fora, blogueiros debatem novas formas de comunicação

No dia 27 de novembro, no campus da Universidade Salgado de Oliveira (Universo) em Juiz de Fora/MG, blogueiros progressistas realizaram um intenso debate sobre as novas formas de comunicação, seus impactos nas relações sociais e os desafios que se impõem a todos os que vivem a utopia de dias melhores, com o fim das injustiças e das desigualdades.

Preciso confessar que ainda não estava muito à vontade com o termo "progressista", mas o fim de meu desconforto veio exatamente durante o "1º Encontro Regional de Blogueiros Progressistas de Juiz de Fora e Zona da Mata", a partir de um argumento do professor - com pós-doutorado no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) - Edmilson Costa: "Progressistas são todos os que querem uma mudança no mundo!"

Pronto! O adjetivo está definitivamente incorporado por mim, com a alegria de reconhecer cotidianamente vários outros progressistas (blogueiros ou não), caminhando lado a lado na "longa estrada da vida".


Os debates


Em sua exposição, Edmilson Costa, que, em 2010, foi candidato à Vice-presidência da República pelo PCB, destacou o fato de que, até 2012, haverá 100 milhões de computadores em uso no Brasil. Assim, a internet apresenta-se como um elemento fundamental para construir contrapontos às "velhas mídias", haja vista a possibilidade de reprodução - aos milhares - de "simples" matérias. Ressaltando a importância da rede também do ponto de vista econômico e a presença significativa dos jovens nas redes de relacionamento, Edmilson alertou para os recentes acordos para monitorar toda a rede mundial de comunicação e lançou um desafio: "Por que não criar uma Agência de Notícias Progressistas?"

Na opinião do advogado Tarcisio Delgado, estamos vivendo um tempo de mudanças. O ex-Prefeito de Juiz de Fora e ex-Deputado considera que devemos usar os novos meios de comunicação na defesa de posições não-hegemônicas, tentando ampliar o mais que se possa, para confrontar esse modelo clássico de comunicação. Para ele, as eleições de Lula e Dilma demonstram a fragilidade da mídia tradicional como formadora de opinião. O desafio, então, é avançar da "democracia representativa" para uma "democracia participativa".

Na sequência dos debates, o historiador Alex Lombello reforçou a proposta de criação - na internet - de um veículo aglutinador da esquerda, espaço de debate e tolerância. Contudo, afirmou que isso não significa abdicar do jornalismo impresso. Analisando a atuação da mídia privada, Alex defende o argumento de que não há neutralidade na informação e que, por isso, é indispensável combater essa imprensa, desmoralizando-a.

Por seu turno, o jornalista Laerte Braga destacou o papel da internet como espaço de debate dentro da cidade em que se vive, portanto, a realidade imediata de cada cidadão. Para ele, diante de uma vasta área de atuação, a luta popular tem que marcar posição nas cidades, conciliando ações no ambiente virtual e nas ruas, avançando no processo de formação e ocupando espaços maiores na sociedade. Destacando que, em algumas regiões do país, a internet já está ganhando da mídia impressa, Laerte denunciou também o controle de toda a informação veiculada na rede mundial de computadores, a partir de um sistema de monitoramento de palavras-chave.

Uma surpresa bastante agradável foi o inesperado convite para partilharmos um pouco do conteúdo e dos objetivos deste blog com os participantes do Encontro (foto).


Ainda, a divulgação de mensagens no microblog twitter, durante todo o dia, permitiu que internautas de várias cidades do país acompanhassem imediatamente o que era discutido no Encontro em Juiz de Fora.

No final do evento, os participantes elaboraram uma Carta de Princípios:

3 comentários:

  1. http://www.apn.org.br/apn/index.php?option=com_content&task=view&id=2328

    ResponderExcluir
  2. Página inicial Comunicação Cultura Economia Educação Futebol Juiz de Fora Música Política Saúde
    quarta-feira, 1 de dezembro de 2010
    Em Juiz de Fora, blogueiros debatem novas formas de comunicação
    No dia 27 de novembro, no campus da Universidade Salgado de Oliveira (Universo) em Juiz de Fora/MG, blogueiros progressistas realizaram um intenso debate sobre as novas formas de comunicação, seus impactos nas relações sociais e os desafios que se impõem a todos os que vivem a utopia de dias melhores, com o fim das injustiças e das desigualdades.

    Preciso confessar que ainda não estava muito à vontade com o termo "progressista", mas o fim de meu desconforto veio exatamente durante o "1º Encontro Regional de Blogueiros Progressistas de Juiz de Fora e Zona da Mata", a partir de um argumento do professor - com pós-doutorado no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) - Edmilson Costa: "Progressistas são todos os que querem uma mudança no mundo!"

    Pronto! O adjetivo está definitivamente incorporado por mim, com a alegria de reconhecer cotidianamente vários outros progressistas (blogueiros ou não), caminhando lado a lado na "longa estrada da vida".


    Os debates


    Em sua exposição, Edmilson Costa, que, em 2010, foi candidato à Vice-presidência da República pelo PCB, destacou o fato de que, até 2012, haverá 100 milhões de computadores em uso no Brasil. Assim, a internet apresenta-se como um elemento fundamental para construir contrapontos às "velhas mídias", haja vista a possibilidade de reprodução - aos milhares - de "simples" matérias. Ressaltando a importância da rede também do ponto de vista econômico e a presença significativa dos jovens nas redes de relacionamento, Edmilson alertou para os recentes acordos para monitorar toda a rede mundial de comunicação e lançou um desafio: "Por que não criar uma Agência de Notícias Progressistas?"

    Na opinião do advogado Tarcisio Delgado, estamos vivendo um tempo de mudanças. O ex-Prefeito de Juiz de Fora e ex-Deputado considera que devemos usar os novos meios de comunicação na defesa de posições não-hegemônicas, tentando ampliar o mais que se possa, para confrontar esse modelo clássico de comunicação. Para ele, as eleições de Lula e Dilma demonstram a fragilidade da mídia tradicional como formadora de opinião. O desafio, então, é avançar da "democracia representativa" para uma "democracia participativa".

    Na sequência dos debates, o historiador Alex Lombello reforçou a proposta de criação - na internet - de um veículo aglutinador da esquerda, espaço de debate e tolerância. Contudo, afirmou que isso não significa abdicar do jornalismo impresso. Analisando a atuação da mídia privada, Alex defende o argumento de que não há neutralidade na informação e que, por isso, é indispensável combater essa imprensa, desmoralizando-a.

    Por seu turno, o jornalista Laerte Braga destacou o papel da internet como espaço de debate dentro da cidade em que se vive, portanto, a realidade imediata de cada cidadão. Para ele, diante de uma vasta área de atuação, a luta popular tem que marcar posição nas cidades, conciliando ações no ambiente virtual e nas ruas, avançando no processo de formação e ocupando espaços maiores na sociedade. Destacando que, em algumas regiões do país, a internet já está ganhando da mídia impressa, Laerte denunciou também o controle de toda a informação veiculada na rede mundial de computadores, a partir de um sistema de monitoramento de palavras-chave.

    Uma surpresa bastante agradável foi o inesperado convite para partilharmos um pouco do conteúdo e dos objetivos deste blog com os participantes do Encontro (foto).


    Ainda, a divulgação de mensagens no microblog twitter, durante todo o dia, permitiu que internautas de várias cidades do país acompanhassem imediatamente o que era discutido no Encontro em Juiz de Fora.

    No final do evento, os participantes elaboraram uma Carta de Princípios:

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito da iniciativa do debate e sugiro que ele seja permanente para que esta questão seja exaustivamente tornada pauta de todos nós blogueiros.
    Seria bom ter neste espaço democrático a Carta de Princípios e se assim acontecer, desde já, peço-lhe permissão para colocar e divulgar em meu broguinho.
    Saudações socialistas, mas com liberdades!
    Fernando Claro

    ResponderExcluir