Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?

Como participar da campanha pela DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA?
LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA KIT COLETA Todo cidadão/cidadã pode buscar voluntariamente as assinaturas para o projeto. Disponibilizamos abaixo um kit com o material necessário para o diálogo nas ruas.

Seguidores

sábado, 13 de fevereiro de 2016

Semana Vermelha : Rolou sangue comunista essa semana. Não podemos mais calar


“Os poderosos podem matar uma, duas, três flores, mas jamais deterão a primavera!”

Ditadura Escancarada.
Não podemos esperar o próximo... Justiça, Já!

NENHUM MINUTO DE NOSSO SILÊNCIO

Saldo da Semana
Semana Vermelha :

Quem vai pagar por isso?

http://inajanews.com/entertainment/item/5852-sindicalista-rural-e-assassinada-com-requintes-de-crueldade-no-maranhao ( sindicalista Rural Assassinada)

http://www.ocafezinho.com/2015/05/06/roberto-freire-agride-fisicamente-jandira-feghali/(deputada Federal Agredida Físicamente)

http://www.vermelho.org.br/noticia/276074-10 (Prefeito Chiador Assassinado)

http://www.vermelho.org.br/noticia/276230-10 Dirigente PCdoB Assassinado

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Requião lança manifesto por um Brasil soberano, democrático e popular

Importante bate papo . Um leitura fundamental
A Partir desta mate´ria: 


Marcos Rebello Muito bom mesmo! Isso é um raio-x do país. É um alerta sobre o perigo estendido no tempo que está desmanchando a nação e um chamamento aos poucos com consciência que ainda existem para que se faça uma revolução em todos os níveis a fim de tentar resgatar o controle do país. É uma tarefa árdua e difícil, basta vermos nas fisionomias do próprio Lula, porque a deterioração já está muito avançada. O que se vê de positivo são lampejos de euforia na massa pelo que existe em Lula de esperança. Mas ele desaparecendo, mesmo que existam dois ou tres outros, não conseguem concentrar a mesma tração, nem em disposição e nem em força capaz de retirar o país do círculo entrópico do buraco negro que o está tragando. Esta tua postagem veio muito a propósito, porque desde segunda-feira venho pensando uma maneira de chamar a atenção de algumas pessoas para a necessidade urgente de criarmos uma corrente para dar impulso ao que o próprio Requião e a Fattorelli estão fazendo sobre a necessidade de fazer-se uma auditoria da dívida pública. Isto sendo feito, a medida consequente seria exigirmos que a emissão da moeda ficasse sob responsabilidade do Congresso e não do BC. Mas esta medida depende de outra de igual proporção que é uma Reforma Política profunda e ampla a fim de dotar o Congresso da transparência, confiança e responsabilidade necessárias.
Claudio Machado Correto.
As únicas discordâncias que tenho, é quanto passar para o Congresso a prerrogativa de autorizar a emissão de moeda, mesmo condicionado a uma reforma política profunda e ampla. Prefiro a proposta do Requião, que é a de estabelecer regras de articulação das ações do BC ao Tesouro Nacional. 
A outra não é bem uma discordância, mas uma diferença de compasso e de fórmula. 
Me refiro à auditoria da dívida. 
Acho que ela não deve ser feita de antes de uma reforma política ampla e profunda. Também não acho que deve ser feita de firma isolada, ou seja, deve se dar em um novo ambiente político, econômico e social, como aponta Requião, acompanhada (precedida ou concomitante) a diversas outra medidas econômicas.

Marcos Rebello Sim, concordo com a segunda parte. Reforma Política primeiro e depois a auditoria. Entretanto, partem do princípio de que a aceleração da ruptura do sistema financeiro global exige que "uma" auditoria seja feita a fim de resgatar algum controle sobre as finanças do país antes do caos.
Sobre o "estabelecimento de regras de articulação das ações do BC ao Tesouro Nacional" vai depender do próprio relacionamento existente hoje que deve estar pautado nos moldes do relacionamento das mesmas instituições nos EUA. Ou seja, os bancos determinam o comportamento do BC e do Tesouro. Tanto que o sistema fracionário bancário é o mal maior que endivida o trabalhador. 
Então, devemos estabelecer quem virá primeiro, o ovo ou a galinha! Se for o ovo, que este não esteja chôco! Se for a galinha, que ponha ovos a peso de ouro!
Claudio Machado Perdoe-me, mas vou insistir na questão do BC.
Política monetária e cambial  devem estar articuladas com a política fiscal e orçamentária e estas, por sua vez, com as demais políticas públicas (saúde, educação, investimentos em infraestrutura, habitação...). 
É por isso que acho que deve ser por aí.
Desde que acompanhada de outra medidas que rompam com a lógica vigente.



10 Fev 2016 Requião lança manifesto por um Brasil soberano,
 democrático e popular 1 - Olhando numa visão histórica o Brasil 
como nação é um êxito: saindo…
WWW.ZEREINALDO.BLOG.BR|POR ZÉ REINALDO


quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Juiz desobriga Samarco de doar água para moradores de Colatina,

Mais uma do 'judi$ciário'
Do blog de Marcelo Auler Juiz apóia Samarco, que jogou lama, 
não doar mais água Para evitar que a Samarco Mineração – 
responsável pelo maior desastre…
JORNALGGN.COM.BR

Bernie Sanders: O vento socialista na sede do império capitalista.

Claudio Machado
7 h
O vento socialista na sede do império capitalista.
Bernie Sanders, pré candidato à presidência dos Estados Unidos 
pelo Partido Democrata, disputa co Hillary Clinton a vaga para disputa
r a presidência da maior potência capitalista do planeta.
O senador Bernie tem formação socialista e era considerado um 

azarão pela mídia estadunidense e internacional.
Hoje supera Hillary.
Ainda há muita água para rolar no moinho das prévias dos

 Estados Unidos, mas até agora Sanders está trajetória ascendente.
Pobres, negros e jovens manifestam sua preferência pelo senador socialista.
Pode ser que tenhamos uma disputa presidencial estadunidense 

polarizada entre um candidato republicano da extrema direita, 
Donald Trump e um representante da ala esquerda do Partido Democrata.
Se isso acontecer, será irônico.
Enquanto o imperialismo estadunidense se alia à direita e à extrema direita

 em países como o a Venezuela, Argentina e Brasil para tentar derrubar 
governos populares, progressistas e de esquerda, em seu próprio quintal 
o vento socialista começa a soprar mais forte e pode levar à Casa Branca 
um presidente de formação socialista.

A Internacional [Comunista] - Hino Universal dos Trabalhadores



Gostou do vídeo? Inscreva-se no meu canal.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

FRENTE POPULAR emite NOTA DE SOLIDARIEDADE ao ex-presidente LULA..


Foto de Marli Castanheira.




















FRENTE POPULAR emite NOTA DE SOLIDARIEDADE ao ex-presidente LULA... 
Já reúne mais de 60 entidades e convoca a sociedade para um 
Ato em Defesa ao Grande Estadista em Barra Funda, no dia 17 de fevereiro.
Na íntegra:

"Somos solidários a Lula!
Com o mote "Lula eu defendo, Lula eu respeito!",

 a Frente Brasil Popular em São Paulo, que congrega 
diferentes movimentos social e sindical e os partidos
 políticos PT, PCdoB e PDT, repudia a forma seletiva 
como vêm sendo conduzidas as investigações da 
Operação da Lavo Jato.
Da mesma maneira, repudia a forma criminosa e manipuladora 
com que a mídia tradicional cobre e transmite as versões dos fatos, 
tendo como principal interesse atingir a imagem e a honra do 
ex-presidente Lula, figura emblemática na história política do Brasil.
O ex-presidente representa a história de luta dos movimentos social
 e sindical e dos partidos políticos de esquerda. Todos nos sentimos
 atingidos com os constantes ataques feitos a Lula.
A Frente Brasil Popular em São Paulo não aceitará a postura golpista
 e antidemocrática que tanto setores do poder Judiciário como a grande
 mídia tentam impor ao povo brasileiro.
Por isso, convocamos a todos e todas para um Ato em Defesa do
 ex-presidente Lula, no dia 17 de fevereiro de 2016, a partir das 10 horas, 
no Fórum Criminal da Barra Funda, na 
Avenida Doutor Abrahão Ribeiro, 313, no centro da capital paulista.
Frente Brasil Popular - SP"

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Muere prisionero de guerra de FARC-EP por negligencia Estatal





MODUS OPERANDI IMPERIALISTA
Creiam Isso aconteceu na ditadura brasileira e acontece ainda hoje..






En pleno cautiverio el prisionero político de las FARC- EP JHON JAIRO MORENO HERNÁNDEZ  muere el día  05 de Febrero del año 2016 en el hospital San Jorge de Pereira debido a  enfermedad hepática que venía padeciendo desde el año 2013. De acuerdo a informaciones de organizaciones de Derechos Humanos,  la enfermedad fue tratada negligentemente por parte de las autoridades Penitenciarias y Carcelarias, así como también por parte de la La EPS CAPRECOM y en dicho Hospital. No le brindaron  la atención especializada que su caso requería, entre otras debido a la dilatación de los  procedimientos y tratamientos  médicos.
Como si se tratará de una Sentencia de Muerte  el privado de la libertad JOHN JAIRO MORENO HERNÁNDEZ se le negó  tratamiento médico pues  desde que ingresó  a urgencias en centro hospitalario, nunca fue remitido a la Unidad de Cuidados Intensivos para el  tratamiento de sus patologías, por el contrario, se le mantuvo en el área de urgencias dilatando los procedimientos médicos requeridos.   A esta situación se sumó que la EPS CAPRECOM por más de dos años  se negó  a otorgar tratamiento médico especializado.
JHON JAIRO MORENO hizo parte de la lista de 71 de presos políticos gravemente enfermos a los que personalidades internacionales y grupos de organizaciones de derechos humanos en cabeza deADOLFO PEREZ ESQUIVEL  y  NOAM CHONSKY solicitarían su libertad, debido a que su enfermedad era incompatible con la vida en reclusión, lamentablemente  esta súplica nunca fue escuchada por parte del Gobierno Nacional.
Recordamos al Estado Colombiano el deber de Protección y cuidado que tienen sobre las personas privadas de la libertad  y de manera especial su responsabilidad  a la luz de los Convenios de Ginebra, de garantizar la vida e integridad física de aquellas que han dejado de combatir y se encuentran recluidas en las cárceles colombianos como no combatientes e integrantes de las FARC-EP.
DELEGACION DE PAZ DE LAS FARC-EP

domingo, 7 de fevereiro de 2016

ESPINOSA, AQUELE QUE A DILMA CHAMOU DE "FANTASISTA", VIAJA DE NOVO NA MAIONESE, BABANDO DE ÓDIO...

Espinosa me chama de "imbecil"...
Por Celso Lungaretti (*)
Em entrevista concedida a Alex Solnik e publicada no Brasil 247 (site e revista), Antônio Roberto Espinosa extrapolou sua tarefa de defender incondicionalmente a presidente Dilma Rousseff e, sem que nada lhe fosse perguntado, fez questão de de encaixar agressões vis e destemperadas contra mim. Dá para perceber claramente que estava babando de ódio. E a forçação de barra salta aos olhos, como todos podem constatar abaixo:
Qual era a imagem dela [Dilma] na VPR? De burra?
Não! Na VAR-Palmares, né, a Dilma não foi da VPR. Não, a Dilma sempre teve a imagem de alguém bem formado. Bem articulado. Lamarca, inclusive, tinha uma certa diferença com ela por achar que ela era teoricista. Ou seja, teoria demais. Mas era uma garota de 22 anos. Mas, a imagem dela, ao contrário... Ela provocava uma certa desconfiança no pessoal mais linha dura do movimento armado exatamente por ser melhor formada. Mais fundamentada. Quem tinha imagem de imbecil era Lungaretti. 
Celso Lungaretti.
Esse tinha imagem de imbecil! Aliás, o phisique du rol (sic) dele ajudava. Conhece? 
Não, pessoalmente, não.
Depois, ele traiu, né. Ele tem um blog hoje. Hoje ele dá uma de esquerda radical. Mas é pra pegar dinheiro da Anistia.
...eu respondo: "macaco, olha o teu rabo!".
Vamos mostrar o que se esconde por trás deste despautério rancoroso: 

1) É curioso que Espinosa só agora tenha chegado à conclusão de que eu tinha "imagem de imbecil". Pois foi ele quem me recrutou, quando eu tinha apenas 18 anos, para militar numa das duas principais organizações guerrilheiras da época; e ele era integrante do Comando Nacional quando, cerca de uma semana depois do meu ingresso, fui escolhido para integrar o Comando Estadual de São Paulo, incumbido de formar e dirigir um setor de Inteligência, o que provavelmente fez de mim o mais jovem comandante de guerrilha da época. 

2) Também soa pitoresco ele, como se fosse um pernóstico crítico de cinema ou teatro, pretender que eu tinha physique du role de "imbecil", pois naquele tempo eu já havia sido bem sucedido como líder estudantil, fora escolhido pelos meus sete companheiros secundaristas para representar nosso grupo no Congresso de abril/1969 da VPR e, mesmo participando apenas como convidado, acabei apresentando a proposta de posicionamento internacional que prevaleceu nas discussões e sendo incumbido de redigir o respectivo capítulo do programa da Organização. 

Seis meses mais tarde, o José Raimundo da Costa e eu fomos os autores da proposta de recriação da VPR, que acabou resultando na sua dramática separação da VAR-Palmares no Congresso de Teresópolis, com a adesão do Lamarca e outros dirigentes. Será que um militante bem mais jovem do que a maioria, e ainda por cima com imagem e physique du role de imbecil, conseguiria ter atuação tão destacada? 
A ânsia por aparecer nas páginas da Folha deu nisto...

E que isenção tem o Espinosa para me julgar, se estávamos em campos opostos naquele congresso e continuamos nos enfrentando na volta, quando fomos designados por nossas respectivas organizações para expor aos companheiros de São Paulo os pontos de vista da VPR e da VAR-Palmares com relação ao desmembramento? 

3) Se for para tocar no quesito imbecilidade, vale lembrar que, em tempos bem mais recentes (2009), Espinosa ficou deslumbrado com o interesse nele demonstrado por uma repórter da Folha de S. Paulo e, além de lhe conceder uma entrevista de três horas sobre temas melindrosos, ainda autorizou-a por escrito a escarafunchar, nos arquivos do Superior Tribunal Militar, toda a documentação existente a respeito dele, Espinoza (boa parte da qual citava também a Dilma)

Ou seja, deu ao inimigo toda a munição de que necessitava para, numa edição de domingo, trombetear triunfalmente que a terrorista Dilma pretendera sequestrar o santinho Delfim Netto! 

Aí, enquanto Espinosa se lamuriava de haver sido ludibriado pela Folha e Dilma o qualificava de "fantasista", coube ao imbecil aqui desmontar e desmoralizar a reportagem do jornal da ditabranda, não só com três artigos contundentes (o mais significativo foi este aqui), mas também informando o honesto ombudsman de então que a ficha policial da Dilma que a Folha publicara era uma tosca falsificação que circulava na internet, o que o levou a escrever uma mea culpa.   
Já o "imbecil" protesta contra ela

Aliás, a opinião atual do Espinosa a meu respeito tem tudo a ver com eu não haver deixado de criticar sua "ingenuidade angelical" em tal episódio, por ter ajudado "a Folha a reconstituir esse insignificante episódio histórico (...), sem perceber que poderia ser superdimensionado e deturpado para servir como arma contra Dilma Rousseff".

4) Acusar-me de "traidor" é uma infâmia, agora que está cabalmente esclarecido que me atribuíram a culpa pelo maior desastre da VPR embora fosse alguém de escalão hierárquico superior ao meu que fornecera à repressão a localização da escola de treinamento guerrilheiro em Registro; tal erro crasso da Organização tornou insustentável minha situação na prisão, tendo sofrido uma lesão permanente e quase morrido. Apelar para golpes baixos é patético no caso de quem tem sobrenome de filósofo.

5) Quando da luta interna e racha de 1969, Espinosa me qualificava de "militarista" e "radical". Mas diz que hoje eu estaria dando uma de esquerda radical. Parece que coerência não é o forte dele. Eu estava à esquerda do Espinosa há 46 anos e continuo à esquerda dele hoje. Trata-se de pura desonestidade querer embaralhar as coisas com intuitos difamatórios.

6) Quanto a pegar dinheiro da Anistia, é outra ignomínia do Espinosa se referir a isto. Porque não se trata de eu  pegar algo, mas sim de afinal receber o que o ministro da Justiça me concedeu há uma eternidade (a portaria é de outubro de 2005): uma pensão vitalícia e uma indenização retroativa que deveria ser integralmente paga em 60 dias, de acordo com as regras do programa. 
Babando de ódio só se diz besteira

Ocorre que a União, exatamente por eu ser da esquerda radical e não lambe-botas do partido que está no poder, faz tudo para não acertar as contas do passado (o retroativo) comigo. Já perdeu por 8x0 o julgamento do mérito da questão e por 7x0 e 8x0 o julgamento de dois embargos de declaração flagrantemente protelatórios. Agora, depois de goleada três vezes no STJ, fez com que meu caso fosse despachado para o STF.

Ou seja, a mim faz amargar nove anos de enrolações, mandando às urtigas a equanimidade; já os que não são de esquerda radical receberam e recebem tratamento bem diferente. 

Ao levantar a bola para eu marcar o ponto, desta vez o Espinosa, pelo menos, ajudou o mais fraco a tornar conhecida sua luta contra os abusos de poder do mais forte. Bem pior é quando ele levanta a bola para a Folha marcar uma enxurrada de pontos...

* jornalista, escritor e ex-preso político, autor do livro Náufrago da Utopia - Vencer ou Morrer na Guerrilha aos 18 Anos.

RUI MARTINS MATA A COBRA E MOSTRA O PAU: "DILMA SANCIONOU LEI INCONSTITUCIONAL" 

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Justiça condena grupo de policiais militares envolvido na morte de Amarildo

Sequestro, tortura, assassinato e ocultação de cadáver, tudo isso praticado por agentes do Estado e a maior pena é de 13 anos?
Esse caso do Amarildo deveria ser a oportunidade de dar um basta ao modelo mafioso de polícia que se construiu no Rio de Janeiro (pra falar só do Rio). Mas, depois desse "julgamento", vemos que a licença para matar foi renovada.
Cidadania ainda é um conceito estranho à realidade da "Cidade Maravilhosa". Direitos Humanos também!







Pelo menos oito PMs vão cumprir penas; a maior chegará a 
13 anos e sete meses de prisão
GLO.BO

Hildegard Angel: Marisa Letícia Lula da Silva, palavras que precisavam ser ditas

de Hildegard Angel:
"Não há um único relato de episódio de arrogância ou desfeita feita por ela a alguém, 
como primeira-dama do país. A dona de casa que cuida do jardim, planta horta, se
 preocupa com a dieta do maridão e protege a família formou e forma, com Lula,
 um verdadeiro casal. Daqueles que, infelizmente, cada vez mais escasseiam.
 Este é o meu reconhecimento ao papel muito bem desempenhado por 
Marisa Letícia Lula da Silva nesses oito anos.
Tivesse dito tudo isso antes, eu seria chamada de bajuladora. 
Esperei-a deixar o poder para lhe fazer a Justiça que merece."